Rapaz de 20 anos foi detido e levado para penitenciária (Foto: Mariana Dias/G1)
Rapaz de 20 anos foi detido e levado para penitenciária (Foto: Mariana Dias/G1)

Um jovem, de 20 anos, e um menor de 17 anos, suspeitos de participar de um estupro e assalto em uma fazenda de Veríssimo, na madrugada desta quinta-feira (6), foram detidos pela Polícia Civil de Uberaba nesta sexta-feira (7). Os outros três suspeitos foram identificados e qualificados e devem se apresentar à polícia na próxima segunda-feira (10).

Durante coletiva de imprensa na 5ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp) nesta sexta, apenas o jovem de 20 anos foi apresentado pela polícia. Segundo o delegado responsável pelo caso, Heli Andrade, ele trabalhou na fazenda como caseiro e pode ter sido o mentor do crime de roubo.

“É provável que ele tenha arquitetado o crime. Ele conhecia toda a dinâmica da fazenda e convidou os demais para fazer o assalto. Ele também afirmou que o estupro – o qual garante que não participou – não foi combinado, mas aconteceu e eles vão pagar por isso”, afirmou o delegado.

Continua após a publicidade

Investigações
As investigações começaram logo após a comunicação do fato à Polícia Civil. O delegado Heli Andrade e a equipe foram ao assentamento Novo Mundo, onde fizeram a apreensão do menor, que confessou sua participação nos crimes e indicando também os outros suspeitos. Ele foi levado para o Centro Socioeducativo de Uberaba (Cseur).

O rapaz de 20 anos foi capturado por moradores da fazenda e entregue a equipe da polícia. Ele já foi encaminhado para a Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira.

Crime
Assim que chegaram ao local, o grupo abordou o caseiro, de 53 anos, e seu enteado, de 21 anos, que foram amarrados, amordaçados e agredidos. Em seguida, os criminosos roubaram uma televisão, um videogame, quatro celulares e aproximadamente R$ 2 mil.

Ainda segundo a Polícia Civil, o preso de 20 anos contou que ficou na primeira casa vigiando o caseiro e seu enteado. Enquanto isso, os outros quatro foram a uma casa anexa, onde estavam a esposa do caseiro, de 41 anos, a filha dela, de 26 anos, e sua companheira, de 21 anos. Não encontrando nada de interesse para roubar neste imóvel, os quatro assaltantes, então, decidiram abusar sexualmente das mulheres.

Após os crimes, o grupo fugiu roubando também uma moto e um carro, que foram abandonados em um canavial. Os veículos foram encontrados na tarde desta quinta-feira (6).


Comments are closed.