Skylanders academy / reprodução: Netflix
Skylanders academy / reprodução: Netflix

Com espaço cada vez mais restrito na TV aberta, a programação para o público infantil, que se tornou um importante filão na TV por assinatura, ganha força também em plataformas como a Netflix. Além do cardápio com clássicos e novidades, o serviço de streaming está investindo na produção de conteúdo próprio, com a nova série original de animação, Skylanders academy, disponível desde sexta-feira.

Baseada na franquia homônima de jogos, Skylanders academy acompanha as aventuras de um grupo de heróis com poderes especiais que protege o universo de Skylands: Spyro, Eruptor, Stealth, Elf, Jet-Vac e Pop Fizz. Entre uma aventura e outra, os amigos mantém a harmonia e o equilíbrio em seu território ao deixarem de lado seus egos e aprendem a confiar um no outro. A série com 12 episódios é dirigida por Eric Rogers (de Futurama).

No dia 18 de novembro, a Netflix estreia a segunda temporada de Beat bugs, outra produção original. O apelo da atração, que acompanha as aventuras de um grupo de insetos na floresta, é ser embalada por canções clássicas dos Beatles, que ganharam versões de estrelas da música pop. A nova safra de episódios terá as vozes de Rod Stewart, Chris Cornell e Regina Spektor, entre outros nomes.

Continua após a publicidade

A Netflix anunciou ainda um outro projeto infantil com fundo musical imponente, inspirado em sucessos da gravadora Motown, berço de grandes ídolos da música negra norte-americana. O cantor Smokey Robinson é um dos produtores do projeto, ainda sem título, que terá como protagonista Ben, um garoto tímido de oito anos que tem o extraordinário poder de dar vida à arte de rua na cidade imaginária de Motown. Assim como em Beat bugs, as histórias serão inspiradas em hits do próprio Robinson e também de Marvin Gaye, The Jackson 5, Lionel Richie, The Supremes, The Temptations e Stevie Wonder, entre outros artistas.


Comments are closed.