Acidente fez com que carro partisse ao meio em Guarujá (Foto: Reprodução/Facebook Samu Litoral)
Acidente fez com que carro partisse ao meio em
Guarujá (Foto: Reprodução/Facebook Samu Litoral)

As autoridades confirmaram neste sábado (5) as identidades dos ocupantes de um carro que ficou partido ao meio após colidir com um poste durante a madrugada em Guarujá, no litoral de São Paulo. Três pessoas morreram no acidente.

Ao todo, quatro pessoas estavam dentro do automóvel. Apenas uma mulher, identificada como Mikelly Ferreira, e que estava no banco do passageiro, sobreviveu. Ela já está em casa se recuperando de ferimentos leves após ser atendida Pronto Atendimento Médico (PAM) da Rodoviária. Ela afirma que o grupo estava voltando de um baile no momento da colisão.

O acidente ocorreu na Avenida Santos Dumont próximo ao cruzamento com a Rua Professora Lídia do Rego Lima.

Continua após a publicidade

Após a batida, o carro ficou completamente destruído e várias fotos mostram o veículo partido ao meio devido à força do impacto.

O Instituto Médico Legal (IML) de Guarujá, confirmou que as vítimas fatais do acidente são Bruno Cordeiro, Alex Ferreira e a adolescente Tainar Andrade, cuja idade não foi confirmada.

Segundo relatado por Mikelly em entrevista, ela era a única ocupante do carro utilizando o cinto de segurança. “Eu estava vindo com os meninos de um baile em que estávamos e ele [Bruno] estava correndo muito. Eu pedi para ele parar de correr um pouco, mas ele perdeu o controle e bateu em um poste”, afirmou.

Ela disse também que o grupo ainda não conhecia o baile em Guarujá. A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e levada até a PAM da rodoviária, onde foi medicada e liberada durante a tarde de sábado.

Acidente fez com que carro partisse ao meio em Guarujá (Foto: Reprodução/Facebook Samu Litoral)
Acidente fez com que carro partisse ao meio em
Guarujá (Foto: Reprodução/Facebook Samu Litoral)

“Fomos ao baile pela primeira vez. Fiquei em estado de choque, apavorada ao descobrir que eles haviam morrido”, conclui.

Com informações de LG Rodrigues – Santos (SP)


Comments are closed.