Tiago de Matos Ferreira
Tiago de Matos Ferreira

UBERLÂNDIA, TRIÂNGULO MINEIRO – Após oito horas de interrogatório, Tiago de Matos Ferreira, de 28 anos, confessou, nesta quinta-feira (17), à Polícia Civil (PC), ter matado o dentista Helton Ivo Botelho da Cunha, de 36 anos, e o jovem Guilherme Duarte Pagotto, de 23 anos. O motivo, em ambos os casos, de acordo com PC, seria um desentendimento durante um encontro sexual. Ferreira, David Tiago Antônio Pereira, de 27 anos e Ronayk Hoksoeel de Oliveira Figueiredo, de 18 anos, foram presos na última segunda-feira (14), pela Polícia Militar (PM), em uma casa no bairro São Lucas, zona oeste de Uberlândia, após denúncia anônima.

O delegado de homicídio responsável pela investigação, Vitor Dantas, disse que ainda terá novas conversas com os outros dois suspeitos, de 27 e 18 anos, para confirmar qual a possível participação deles nos dois casos de homicídio.

Ao delegado, Ferreira disse que teria matado as duas vítimas por estrangulamento após um desentendimento durante um encontrado sexual marcado por meio de redes sociais.

Tiago de Matos Ferreira
Tiago de Matos Ferreira
Continua após a publicidade

“Ele afirma que em nenhum momento havia o interesse de matar os dois e o fato teria acontecido no calor do momento, durante discussão entre vítimas e suspeitos. Confirmamos também que as vítimas procuraram Ferreira por meio de uma rede social que promove encontros e que Cunha e Pagotto foram até a residência de Ferreira de livre e espontânea vontade”, disse Dantas.

Ainda de acordo com Dantas, foi possível confirmar a participação de Ferreira nos dois casos após o tênis de Guilherme Pagotto ser encontrado na residência do suspeito. “Depois que prendemos Ferreira, fomos até a casa dele. Lá encontramos um par de tênis que pertencia a Pagotto”, afirmou Dantas.

Homem à esquerda é o principal suspeito do assassinato de dentista (Foto: Celso Ribeiro)
Homem à esquerda é o principal suspeito do assassinato de dentista (Foto: Celso Ribeiro)

Os três suspeitos estão presos no presídio Jacy de Assis. “A prisão temporária deles termina amanhã, mas já encaminhamos os documentos pedindo a prorrogação desse prazo”, disse Dantas.

Os suspeitos poderão responder por homicídio ou latrocínio, que é quando a pessoa tem a intenção de matar para roubar. Sobre o inquérito, Dantas afirmou que será finalizado e encaminhado à Justiça em até duas semanas.

Mortes

Helton Ivo Botelho da Cunha, de 36 anos,  foi encontrado morto na manhã do último domingo (13), às margens do rio Tijuco, na rodovia MGC-455, próximo ao distrito de Miraporanga, entre Uberlândia e Campo Florido. O corpo de Guilherme Duarte Pagotto também foi encontrado na MGC-455 no dia 26 de outubro.


Comments are closed.