UBERABA, TRIÂNGULO MINEIRO – Nascido e criado em Uberaba, mas atualmente morando em São Bernardo do Campo (SP), o artista plástico Higgo Cabral, de 32 anos, tem ganhado visibilidade pelas suas ilustrações, principalmente as de atrizes brasileiras como princesas, vilãs e até representando signos. Os trabalhos já estão rendendo novas propostas e até novas ideias para mais desenhos.

Confira a galeria com as ilustrações de Higgo Cabral

Ilustração reúne atrizes como princesas da Disney (Foto: Higgo Cabral/Arquivo Pessoal)
Ilustração reúne atrizes como princesas da Disney (Foto: Higgo Cabral/Arquivo Pessoal)

A coleção de mais sucesso, segundo Higgo, foi “Encantadas”, feita em 2015, com atrizes representando princesas da Disney. A ideia de fazer os desenhos surgiu de uma brincadeira com a sobrinha – o que depois tomou uma grande proporção.

Continua após a publicidade

“As pessoas gostam dessa ideia do imaginário se aproximar da realidade e eu gosto de utilizar a arte para brincar com isso. As artistas comentaram, agradeceram e outras repostaram. Fico muito feliz com o retorno e admiração delas pela minha arte”, comentou.

Higgo Cabral é desenhista autodidata  (Foto: Higgo Cabral/Arquivo Pessoal)
Higgo Cabral é desenhista autodidata
(Foto: Higgo Cabral/Arquivo Pessoal)

A grande vitrine do trabalho do artista mineiro tem sido as redes sociais, como o Instagram. “Ainda recebo muitas mensagens de apoio de artistas que nem mesmo ilustrei e isso é muito gratificante. Em geral, todo esse retorno, seja de artistas ou de admiradores do meu trabalho que me acompanham em redes sociais, é o resultado de que todo o esforço tem valido a pena”, disse.

Além de “Encantadas”, “Zodíacos”, “Vilãs”, “Trezze” e outras ilustrações de artistas como Bruna Marquezine e Tiago Abravanel, têm conquistado não só admiradores, mas resultados bem positivos.

“Depois das coleções sendo divulgadas da forma que foram e de toda visibilidade que meu trabalho teve, recebi muitas propostas relativas a trabalho, novas coleções e exposições. Estão sempre sondando o que eu irei trazer nas próximas coleções de ilustrações e muitas vezes sugerindo novas ideias”, afirmou.

Os desenhos de Higgo são ilustrações digitais, que têm o mesmo processo da arte convencional, segundo ele. O processo é o mesmo: inicia-se com uma folha branca (digital), observando uma referência e criando a arte do esboço à colorização, tudo feito sobre uma mesa digital.

“Eu costumo dizer que a vantagem é que não faço sujeira com lápis, borracha e tinta, visto que sou daqueles artistas bem bagunceiros. Porém não descarto lápis, papel e tinta. Muitas ilustrações começam por um rabisco no papel e a ideia, muitas vezes, é finalizada neste e depois eu vejo uma forma de fazê-la digitalmente”, contou.

Ilustração reúne atrizes como princesas da Disney (Foto: Higgo Cabral/Arquivo Pessoal)
Ilustração reúne atrizes como princesas da Disney (Foto: Higgo Cabral/Arquivo Pessoal)

Paixão pelo desenho

Quando criança, Higgo lembra que rabiscava paredes e desenhava na primeira página de cada caderno para ilustrar a matéria. E dentre os opções de teste vocacional, acabou se formando em Publicidade e Propaganda por paixão, deixando as artes plásticas como um meio para se expressar e sair da rotina.

Autodidata, o artista plástico também conta que nunca fez um curso específico de arte, principalmente arte digital. Mas a busca contínua pelo novo e pelo aprendizado continua.

“Tudo isso é a busca por amar o que faço como artista. Algo inexplicável e que me tira, por horas, da realidade. Paixão mesmo, eu diria. Mas já iniciei pequenos cursos que me ajudaram a conhecer novas técnicas além daquilo que eu já conhecia e tinha domínio, porém sem finalização. Aos 32 anos creio já ter conseguido boa experiência e domínio artístico e como autodidata acredito já ter conseguido pequena parte do que objetivo, mas tem muito mais. Afinal o importante é nunca parar”, acrescentou.

Higgo mora há nove em São Bernardo do Campo, mas as raízes mineiras como família, amigos e professores ainda fazem parte da história que o artista plástico escreve.

“Eu saí de Minas, mas uma Minas Gerais inteira existe dentro de mim. Até onde cheguei com o meu trabalho poderia ser inimaginável, mas não era impossível e eu acreditei nisso. Sei que ainda tem mais e estou aprendendo a cada dia para que isso venha acontecer. Amar o que faço, aceitar as críticas e crescer com elas, acreditar em si e estar aberto às novas possibilidades e ao aprendizado só vai te abrindo portas”, ressaltou.

Reportagem de Mariana Dias


Comments are closed.