Curso de higiene bucal é realizado no CRAS Natal
Curso de higiene bucal é realizado no CRAS Natal

Foi realizado, de 7 a 10 de novembro, no CRAS Natal, órgão que responde à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Ituiutaba, um curso de higiene bucal.

A higiene bucal é considerada a melhor forma de prevenir cáries, doenças da gengiva, câncer de boca, mau hálito e outros problemas. E foi com o objetivo de orientar sobre a higiene bucal e prevenção de doenças que o Sindicato dos Produtores Rurais de Ituiutaba, em parceria com o Senar Minas e com a odontóloga Fani Gonçalves Teixeira, realizou o curso.

O curso foi realizado para duas turmas, uma de adolescentes e outra de adultos, somando 30 pessoas. Na primeira turma de adultos, durante os encontros, a dentista procurou sempre levar informações de maneira clara e objetiva para que os participantes se interessassem pelo tema. Além da escovação supervisionada, ela realizou atividades lúdico-pedagógicas e apresentação de palestras sobre assuntos variados.

Continua após a publicidade

A doença de maior incidência ainda é a cárie, seguida da gengivite e da placa bacteriana, todas ocasionadas pela má escovação e a ingestão de alimentos “pegajosos”, como balas macias e pães. “Esses alimentos devem ser evitados porque provocam um forte ataque ácido, tornando o meio bucal propício para o desenvolvimento dessas doenças”, disse a odontóloga.

Entre as enfermidades que começam pela boca e podem ser evitadas com uma escovação correta e o uso do fio dental, ela cita como as mais comuns à endocardite bacteriana e a pneumonia por aspiração. “No caso da endocardite bacteriana, as bactérias que estão na boca migram para a corrente sanguínea chegando ao coração. Já na pneumonia por aspiração, as bactérias migram para as vias aéreas chegando ao pulmão e podem, inclusive, levar este paciente a óbito”, alerta a dentista.

Como diz o ditado, “é melhor prevenir do que remediar”, e para que isso ocorra, ensina a especialista, tudo começa com uma boa escovação, que inclui a limpeza dos dentes, língua e tecido mole, a utilização do fio dental e visitas periódicas ao dentista. Se possível, também é importante evitar os alimentos pegajosos e açucarados.

“Espero que nosso projeto seja de grande ajuda para os participantes e que ele promova, de fato, uma mudança de postura para que em um futuro próximo não apenas as pessoas tenham um sorriso mais saudáveis, mas também levem este hábito para seus familiares, sendo multiplicadores deste aprendizado”, afirma Fani.

Com o apoio do Senar Minas, foram doados kits com necessaire, escova, creme e fio dental para todos os participantes.

“A higiene bucal é necessária para as pessoas de todas as idades para manterem a saúde dos dentes e da boca. A boca é o nosso cartão de visitas”, comenta a coordenadora do CRAS Natal, Dalila Morais Santos.


Comments are closed.