João Lyra / Divulgação
João Lyra / Divulgação

A Justiça de Alagoas indeferiu o pedido de interdição do usineiro João Lyra nesta quarta-feira, 23 de Novembro de 2016 – A negativa da interdição ocorreu por unanimidade.

Em petição, os filhos de João Lyra pediam a substituição do pai na administração da massa falida da Laginha Agroindustrial S/A. O pedido de interdição foi apresentado pela filha do empresário, Maria de Lourdes Pereira de Lyra e subscrito pelos seus outros filhos ( Ricardo, Thereza Collor, Guilherme e Maria Cristina de Lyra).

Os filhos de João Lyra buscam o controle  das operações e acusam o pai, na Justiça, de não ter condições de administrar suas empresas.

Continua após a publicidade

João Lyra criticou a atitude dos filhos no documento enviado à 1ª Vara da Comarca de Coruripe – “Definitivamente é mais uma tentativa de herança de pessoa viva, onde mais uma vez há a exposição de um processo de interesses patrimoniais travestido de interdição“, disse em Outubro deste ano.

Na petição, os filhos alegam questionam atos de João Lyra em que beneficiam Carmosina Melo Pereira, sua ex-mulher, dilapidação do patrimônio e doações extravagantes que poderiam colocar em risco a própria subsistência do empresário.

De acordo com informações do Jornal Extra Alagoas, na petição os filhos revelam que em 2013 João fez doação de R$ 1,7 milhão a Carmosina, quando já estavam separados. Ela também foi beneficiada com a posse de 14 salas do Norcon Empresarial, além da doação de um apartamento no Edifício Saint Moritz.

Ainda segundo o jornal, a doação de cerca R$ 200 mil feita a ex-então funcionário da Laginha Agro Industrial também está no rol de “extravagâncias” apontadas pelos filhos.

No último dia 14 de Novembro, a abertura de propostas de compra das usinas Vale do Paranaíba e Triálcool, ambas instaladas no Pontal do Triângulo Mineiro, foram adiadas mais uma vez, após manobra dos filhos do usineiro.

As usinas Vale e Triálcool fazem parte da “Massa Falida” do grupo JL.

Uma nova data foi agendada para Dezembro deste ano para abertura das propostas – Vale ressaltar que trata-se de um período de festas e férias.


Comments are closed.