iPhone 7: o maior sonho de consumo dos brasileiros na Black Friday 2016 (Sean Gallup/Getty Images)
iPhone 7: o maior sonho de consumo dos brasileiros na Black Friday 2016 (Sean Gallup/Getty Images)

São Paulo – Os brasileiros só pensam em uma coisa nessa Black Friday: iPhone 7.

A descoberta é de um novo estudo da Sprinklr, “Black Friday 2016 – Expectativas e Insights”.

Em 2016, a data cheia de promoções e descontos acontece nessa sexta-feira, 25 de novembro.

Continua após a publicidade

Além do iPhone 7, os brasileiros também estão trás do iPhone 6S e de livros (a segunda categoria mais citada entre os consumidores).

Apesar da data ser nova por aqui e ainda estar se consolidando, o Brasil já é o terceiro país que mais fala sobre o assunto nas redes sociais; somente atrás de EUA (local de origem da data) e do Reino Unido.

Os consumidores no Brasil pretendem gastar mais esse ano – e o faturamento dos lojistas será maior.

O faturamento estimado será de R$ 2,1 bilhões, um crescimento de 30% em relação ao ano anterior (em 2015, o faturamento já tinha crescido 38% ante 2014).

A maioria dos brasileiros também pretende aproveitar a data: 85% dos consumidores disseram que pretendem comprar algo, segundo uma pesquisa da e-Bit, entre os consumidores online ativos.

Outro estudo, do SPC, também aponta que a maioria dos brasileiros pretende comprar algo e que quase 50% vão gastar mais em 2016, apesar da crise.

Confira algumas das descobertas:

Os que mais falam sobre o assunto

Número de menções nas redes sociais entre outubro e início de novembro:

  • EUA: 113,8 mil
  • Reino Unido: 23,8 mil
  • Brasil: 11,5 mil
  • Argentina: 6,2 mil
  • Espanha: 5,7 mil
  • Canadá: 4,5 mil
  • Chile: 2,4 mil
  • Índia: 1,7 mil

Mais desejados

No Brasil, entre as 11,5 mil menções à data em redes como Twitter, Instagram, YouTube e Tumblr, as categorias de produtos mais desejados são:

  • Telefonia: 30% (mais citado: iPhone 7)
  • Livros: 21,2% (mais citado: livro “A Química”, de Stephenie Meyer)
  • Eletrônicos: 19% (mais citados: TVs e notebooks)
  • Eletrodomésticos: 17,1% (mais citados: refrigeradores e batedeiras)
  • Moda: 4% (mais citados: calçados)
  • Viagens: 3,8% (destinos mais citados: Porto Seguro, Brasil; e Buenos Aires, Argentina)
  • Móveis e decoração: 1,6% (mais citados: móveis para quarto de bebê)

Principais hashtags

Entre as menções da data nas redes sociais e sites, 50% são neutras, 39% são positivas e 11% são negativas.

As hashtags mais mencionadas foram #blackfriday, #ecommerce, #promocao, #blackfriday2016, #moda, #black, #brasil, #desconto, #baixouagora e #instagram.


Comments are closed.