Divulgação / House Of Cards - Netflix
Divulgação / House Of Cards – Netflix

Após incluir o modo off-line, a Netflix tem testado alguns ajustes técnicos na plataforma para certificar que as séries ou os filmes baixados não consumam toda a memória do telefone e poupem o consumo de internet. A aposta está na substituição do formato dos vídeos.

Para os conteúdos baixados, a empresa está substituindo o tradicional codec H.264/AVC (comum em serviços de streaming) pela codificação VP9 —padrão desenvolvido pelo Google e usado no YouTube que aplica vários truques de codificação para oferecer a mesma qualidade de vídeo e, ao mesmo tempo, consumir menos dados.

Continua após a publicidade

O VP9 é compatível com o Android e o Chrome, bem como um número crescente de dispositivos eletrônicos de consumo, mas não o iPhone. É por isso que a Netflix também está codificando os vídeos baixados em uma versão de alto perfil do H.264/AVC (AVCHi-Mobile).
Nos testes realizados pela Netflix, a economia no consumo dos dados chega a 19%, no formato AVCHi-Mobile, e 36%, no formato VP9.

“Além de usar novos formatos de codificação, otimizar as configurações do codificador também possibilita melhorar a eficiência da compressão”, acrescentou a empresa, que anunciou ainda a estruturação de seus vídeos.

Para otimizar ainda mais a compressão dos vídeos, os filmes e as séries, a partir de agora, poderão ser quebrados em mini arquivos de três a cinco minutos.


Comments are closed.