Laís estava há dois anos em Buenos Aires cursando medicina (foto: Arquivo Pessoal)
Laís estava há dois anos em Buenos Aires cursando medicina (foto: Arquivo Pessoal)

O corpo da estudante Laís Moreira Martins, de 25 anos, que cursava medicina em Buenos Aires, na Argentina, deve chegar a Minas Gerais na quinta-feira da próxima semana. A mãe da jovem, Andreia Campanha, que está naquele país, confirmou na noite desta quarta-feira que as autoridades locais liberaram o embalsamamento para a repatriação do corpo. A previsão inicial era de 60 dias para que a funerária pudesse iniciar a preparação.

“Graças a Deus conseguimos a liberação. Agradeço as mobilizações dos amigos nas redes sociais. Agora será só o trâmite administrativo, com a expedição de certidões, e a preparação do corpo”, disse a mãe da estudante. Desde a morte de sua filha, Andreia teve seu drama aumentado, depois que as autoridades argentinas disseram que poderia levar mais de dois mês para liberar o corpo.

Laís Martins, cuja família é de Belo Horizonte, estava há dois anos em Buenos Aires, cursando medicina. No fim de semana passou mal. “Na noite de sábado, começou a ter febre de 40 graus e dores no corpo. A febre continuou alta até a manhã seguinte. Ela acordou com muita sudorese, apresentou vômitos e falta de ar”, explicou a fisioterapeuta Camila Campanha Moreira, de 36, tia da garota.

Continua após a publicidade

Por causa do estado de saúde, uma amiga que dividia apartamento com a Laís, a levou a um hospital. “Elas chegaram por volta das 13h. Os médicos fizeram de tudo para não entubá-la. Porém, ela acabou tendo duas paradas cardíacas. Por isso, tiveram que entubar. A morte foi constatada por volta das 16h30. Então, foi tudo muito rápido”, disse Camila Moreira.

Fonte: EM


Comments are closed.