(Esq) José Cícero Bernardino do Nascimento e o sobrinho David Cícero Ferreira Leobino, o "Boy"
(Esq) José Cícero Bernardino do Nascimento e o sobrinho David Cícero Ferreira Leobino, o “Boy”

ITUIUTABA, TRIÂNGULO MINEIRO – A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em Ituiutaba, cumpriu o Mandado de Prisão Preventiva em desfavor de David Cícero Ferreira Leobino, conhecido por “Boy”.  Ele, que estava foragido da Justiça e é investigado pela morte de Jadson de Almeida, 27 anos, no último dia 2 de novembro, no bairro Novo Tempo II. Na data do fato, o jovem foi alvo de dois disparos de arma de fogo, que atingiram o rosto e a nuca dele, enquanto estava em um bar.

Desde então, começou o trabalho investigativo da PCMG e foi instaurado inquérito policial para apuração dos fatos. No dia 5 de novembro, a Polícia Militar chegou a conduzir à delegacia dois suspeitos, sendo um adolescente, que não tiveram a prisão e a apreensão ratificadas pela autoridade policial. Posteriormente, as investigações da Polícia Civil concluíram que os verdadeiros autores do homicídio foram os investigados David Boy, já encaminhado ao sistema prisional, e seu comparsa D. O. S., ainda foragido da Justiça.

David assumiu a autoria do crime, afirmando, ainda, que o praticou com a participação do segundo suspeito. Contou também que ele mesmo executou a vítima com os disparos de arma de fogo na cabeça. O revólver supostamente usado no crime foi apreendido em poder de David Boy e será submetido a exame pericial, bem como o projétil retirado do crânio da vítima, objetivando confirmar se foi o instrumento usado no homicídio.

Continua após a publicidade

Quanto à motivação do crime, Boy afirmou que encontrou a vítima no bar, tendo ela lhe exibido uma arma de fogo na cintura,  ameaçando-o. Então, ele fez os disparos contra Jadson. Durante as investigações, a PCMG também realizou a prisão da testemunha José Cícero Bernardino do Nascimento, tio de Boy, que se encontrava foragido por homicídio cometido no estado de Alagoas.

David Boy já contava com Mandado de Prisão em aberto, de Alagoas, também por homicídio naquele estado. Ele, ainda, responderá por crime de homicídio tentado cometido em Ituiutaba, em outubro de 2015, contra a vítima T. R. C., também confessado pelo mesmo. “Mais uma vez, a Polícia Civil dá rápidas respostas à sociedade, demonstrando tolerância zero a este crime contra a vida, dotado de tamanha e ímpar gravidade”, observa a Delegada Roberta Borges Silva Ferreira, responsável pelo caso.

O crime

Homem de 27 anos é assassinado a tiros em Ituiutaba


Comments are closed.