CASO LAGINHA AGROINDUSTRIAL S/A – As esperanças dos milhares de trabalhadores em receber seus acertos trabalhistas do período que atuaram nas usinas Vale do Paranaíba, instalada em Capinópolis (MG) e Triálcool, instalada em Canápolis (MG), já não é a mesma há algum tempo – As manobras judiciais que impedem a venda ou arrendamento das usinas é constante na Justiça de Alagoas, que atua de forma morosa e conivente.

A abertura de envelopes que estava agendada para o dia 15 de Dezembro de 2016, foi adiada mais uma vez, já que o magistrado Nelson Fernando de Medeiros Martins abandonou o processo, a juíza substituta Fabíola Melo Feijão também dispensou o caso por ser amiga de um dos advogados envolvidos.

O administrador judicial, João Daniel Fernandes e o gestor judicial, Henrique Cunha, compareceram para acompanhar o processo, mas foram informados que não haveria audiência.

Continua após a publicidade

A abertura dos envelopes estava agendada para Setembro 2016, foi adiada para Dezembro de 2016, antecipada para Novembro de 2016 e novamente adiada para 15 de Dezembro deste ano – Em todas as vezes, casos peculiares impediram o processo de venda de avançar.

Os ativos das usinas instaladas no Pontal do Triângulo Mineiro, estão sendo consumidos pelo tempo – A dívida trabalhista está próxima à R$ 190 Milhões – As prefeituras de Capinópolis e Canápolis, tem juntas, quase R$10 milhões à receber em impostos.

O Município de Capinópolis decretou Estado de calamidade Financeira no dia 09 de Dezembro de 2016 – A pior situação financeira da história do município teve início em 2013, quando a usina Vale do Paranaíba paralisou suas atividades, gerando grande caos no comércio local e na assistência social do governo municipal – A crise financeira e política que assola a Nação, agravou a situação financeira de Capinópolis – A prefeita Dinair Isaac luta para pagar o funcionalismo público neste final de ano.

O prefeito eleito em Capinópolis, Cleidimar Zanotto, que sempre buscou alternativas para resolver a situação da Vale do Paranaíba, deve intensificar a busca de soluções juntamente com o prefeito eleito em Canápolis, Ualisson Carvalho Silva (Ualisson do Primo).

Ualisson Carvalho compareceu à diplomação dos prefeitos eleitos Cleidimar Zanotto, Ovídio Afro e Leandro Luiz, eleitos em Capinópolis, Cachoeira Dourada e Ipiaçu respectivamente – A cerimônia de diplomação ocorreu na última quarta-feira (14), e o encontro dos quatro prefeitos dá indícios de que devem formar uma microrregião unida e mais forte.

Leandro De Castro Folly, titular da Comarca de Matriz do Camaragibe, deve assumir o caso de falência da Laginha Agroindustrial S/A., a partir de agora – Não há prazo estabelecido para uma nova audiência.

O desrespeito aos trabalhadores continua e a Justiça, cega, parece não enxergar o declínio da instituição, que deveria amparar o povo brasileiro.


Comments are closed.