Redação do Uol em São Paulo: representantes do portal não puderam ser contactados de imediato (Alexandre Battibugli/INFO)
Redação do Uol em São Paulo: representantes do portal não puderam ser contactados de imediato (Alexandre Battibugli/INFO)

São Paulo – A primeira página do UOL, principal portal de conteúdo do país, foi tirada do ar na manhã desta sexta-feira, enquanto páginas relacionadas, como a do jornal Folha de S.Paulo e serviços de email, foram redirecionadas para um site de vídeos pornográficos, em um aparente ataque de hackers contra o grupo de comunicação.

Procurado, o portal informou que os problemas já foram resolvidos e que a falha “não aconteceu no UOL e nenhum servidor da empresa foi violado”. A companhia também informou que a base de usuários não foi acessada por terceiros.

Segundo a empresa, o ataque ocorreu na conexão entre os aparelhos de acesso à internet dos usuários e os servidores da companhia.

Continua após a publicidade

“Houve alteração do DNS, sistema de nomes de domínios, (…) O UOL não é responsável pelos servidores de DNS afetados. Tão logo identificou a alteração, o UOL notificou os administradores, que corrigiram o problema em cerca de uma hora”, afirmou a companhia em comunicado à imprensa.

O sistema DNS conecta endereços textuais da internet digitados pelos usuários em seus programas de navegação com os respectivos endereços numéricos (IP) usados por equipamentos de rede para direcionar o fluxo de dados da web.

Não ficou claro de imediato quem foram os responsáveis pelo ataque.

Matéria atualizada às 15h35 do dia de publicação para adicionar o posicionamento da empresa.


Comments are closed.