Montagem
Montagem

Marcão não convenceu com suas desculpas após o episódio de racismo contra Ludmilla na TV e foi demitido da Rede Record, informou a emissora na tarde de quarta-feira (18). “A Record TV vem a público lamentar os transtornos causados à cantora Ludmilla, sua família e seus fãs motivados por um comentário feito pelo apresentador Marcão no Balanço Geral DF”, diz o comunicado.

Na ocasião, que aconteceu dia 9 de janeiro, mas só ganhou repercussão na terça-feira (17), o apresentador chamou a cantora de “macaca” e “pobre”. Nessa quarta, o programa ia ao ar com Dionísio Freitas como substituto. A Record afirmou repudir o ato. “A Emissora repudia qualquer ato dessa natureza e afirma que este tipo de conduta não está na linha editorial de nosso Jornalismo. Por este motivo, a Record TV Brasília optou por rescindir o contrato do apresentador Marcão”, explicou.Assista ao vídeo clicando AQUI.

ASSESSORIA FALA EM PROCESSO
Em declaração a QUEM, a assessoria de Ludmilla afirmou que as medidas jurídicas já estão sendo tomadas. “Estamos vendo advogado e vamos ver que dia ela pode ir até a delegacia. Mas ela já entrou com uma queixa contra ele e contra a Record, além de mandado de prisão”, explicou a equipe da cantora, que já sofreu em outras duas ocasiões com racismo. Em uma das vezes, um internauta ofendeu Ludmilla também com comentários racistas.

Continua após a publicidade

“O rapaz, esse internauta, está respondendo processo. Mas com o apresentador temos provas em vídeo. Esse vídeo do apresentador foi no dia 9 e só chegou agora isso pra gente”, completou a assessoria. “Está na hora de acabar com isso. Não dá pra ficar impune em uma emissora, com um programa que vai ao ar e plantando o odio no coração das pessoas.”

Dona Silvana, mãe de Ludmilla, também ficou bem abalada com os comentários preconceituosos contra a filha. “A mãe dela me ligou desesperada, aos prantos. Achei que tinha acontecido uma tragédia. E a pessoa fica com medo até de sair na rua”, finalizou o funcionário de Ludmilla.

EMISSORA SE MANIFESTA
Na terça-feira (17), QUEM tentou entrar em contato com a assessoria do programa, mas não obteve sucesso. No Twitter, o perfil oficial do programa citou em quatro posts seguidos o episódio com Marcão e Ludmilla.

“Referente ao caso que está sendo divulgado nas redes sociais e em alguns veículos, a RecordTV Brasília e o Balanço Geral informam que não apoiam quaisquer tipo de preconceito, independente de qual seja. Temos a plena certeza de que o apresentador @MarcaoTV apenas utilizou uma expressão regional para se manifestar, sem o intuito de ofender a cantora Ludmilla ou qualquer outra pessoa. Houve apenas uma troca do adjetivo que acompanha a palavra. A expressão em si é amplamente utilizada em estados do Centro-Oeste” (confira imagens abaixo).

CANTORA USA WEB PARA DESABAFO
Em seu Instagram, Ludmilla também falou sobre a declaração de Marcão na TV. “Infelizmente, ainda existem pessoas que não compreendem que a discriminação racial é crime e alguns, ainda usam o espaço na mídia para noticiar mentiras ao meu respeito, ofender, menosprezar e propagar todo o seu odio. Não deixaremos impune tais atos, trata se de um desrespeito absurdo, vergonhoso. Fica evidente que esse cidadão @marcaoapresentadortv não possui nenhum pudor ou constrangimento em ofender alguém em rede nacional. Como já foi dito por Paulo Autran, ‘todo preconceito é feito da ignorância’, visto que os racistas não possuem um conhecimento de moralidade, tratando sua própria cor de pele como superior e única. Isso tem que ser combatido e farei a minha parte, quantas vezes for necessário.”

Fonte: Revista Quem


Comments are closed.