Foto: PCMG
Foto: PCMG

ITUIUTABA, TRIÂNGULO MINEIRO – A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) de Ituiutaba, prendeu em flagrante, nesta sexta-feira (27), o enfermeiro Fabrício Silva Alves, de 26 anos, e o instrutor de academia Michael Lemes Mota Silva, de 24, no prosseguimento de uma investigação que apura a aquisição de anabolizantes com receitas falsas.

Michel foi preso quando saía de uma farmácia, após adquirir quatro ampolas de um anabolizante com venda controlada. Constatou-se que a assinatura e o preenchimento da receita que ele apresentou para a aquisição do medicamento eram falsificados. Fornecedor da receita, o enfermeiro Fabrício o estava aguardando do lado de fora da drogaria, onde foi detido.

O enfermeiro, que trabalha em um hospital da cidade, confessou ter furtado a receita na emergência da unidade, durante seu plantão, nesta madrugada, assim como se utilizado do carimbo do médico plantonista. Fabrício preencheu a receita, falsificou a assinatura do médico e a forneceu ao seu comparsa, que retirou o medicamento.

Continua após a publicidade

Nas residências dos conduzidos foram encontrados objetos relacionados ao crime, como anabolizantes de comércio controlado, sem procedência, inclusive, medicamentos oriundos de outros países, sem o devido registro no órgão competente no Brasil, crime cuja pena pode chegar a 15 anos de prisão.

Receita em branco também foi apreendida
Receita em branco também foi apreendida

Em poder do enfermeiro, também foi encontrada outra receita em branco, que seria utilizada para a aquisição de mais anabolizantes. Já com o instrutor, os policiais civis localizaram seringas, agulhas e vários medicamentos.

Os suspeitos foram autuados em flagrante, encaminhados ao sistema prisional e estão à disposição da Justiça. As investigações pela PCMG continuam para identificar se há o envolvimento de outras pessoas no delito e elucidar a cadeia da prática criminosa.


Comments are closed.