Equipe da Petrobras e do Corpo de Bombeiros em operação emergencial em adutora em Araporã (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)
Equipe da Petrobras e do Corpo de Bombeiros em operação emergencial em adutora em Araporã
(Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

A Transpetro informou que concluiu os reparos no oleoduto Osbra – que liga Paulínia (SP) a Brasília (DF),  na altura do município de Araporã e que a estrutura voltou a operar no início da tarde desta terça-feira (7).  Equipes da companhia continuam trabalhando na remoção de resíduos do local e monitorando a concentração do produto vazado no solo. A estrutura foi danificada no último domingo por criminosos, para furto de combustível.

Por email, a empresa destacou ainda que está colaborando com as investigações. A companhia ressaltou  ainda que preza pela segurança das pessoas e do meio ambiente.

O núcleo de emergência ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Emergência Ambiental da Secretaria de Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) informou que será preciso retirar uma grande quantidade de terra na área atingida.

Continua após a publicidade

Além disso, o combustível atingiu uma nascente e a lagoa de uma fazenda e corre o risco de atingir a estação hidrelétrica de Ituviana. Ainda de acordo com a Semad, o derramamento do combustível também atingiu uma quantidade de vereda- espécie nativa do cerrado.

Entenda o caso
O vazamento de combustível da adutora da Petrobrás próxima a Araporã, localizada na altura do Km 10 BR-452, próximo ao entrocamento com a BR-153  iniciou na madrugada de domingo (5).

Na ocasião, a Transpetro confirmou o fato e informou que equipes de emergência da companhia foram acionadas para conter o produto e realizar o reparo na estrutura.

Desde então, equipes da Petrobras e militares do Corpo de Bombeiros trabalham no local. Além de equipamentos especiais, tais como, tanques de sucção, sistema espuma para combate a incêndio, barcos, lanchas, equipamento de iluminação à prova de explosão e equipamentos de contenção e de proteção, foi utilizada uma retro-escavadeira.


Comments are closed.