Um homem de 29 anos foi assassinado pelo ex-cunhado após ameaçar matar a ex-sogra, mãe do suspeito, nesse domingo (19), em Novo Oriente de Minas, no Vale do Jequitinhonha.

Separado há mais de oito meses, Maurício Pereira da Silva e a ex-companheira vinham brigando constantemente pela guarda do filho, uma criança de 2 anos. Segundo conhecidos do ex-casal, o menino estava morando com o pai, o que causava conflitos entre os dois.

“Após a separação, a ex-mulher do Maurício alugou a casa da minha mãe para morar. Não sei se eles acertaram na Justiça, mas era ele quem cuidava do garotinho. A gente sabia dos desentendimentos deles, mas ela nunca reclamou de algum tipo de agressão”, contou um amigo da mulher, que pediu para não ter no nome divulgado.

Continua após a publicidade

O estopim das brigas aconteceu nesse domingo quando, segundo a Polícia Militar, a ex-mulher de Silva procurou os policias contando que ele tinha aparecido em sua casa dizendo que mataria ela e todos os seus parentes. Depois da ameaça, o homem pegou a gasolina e deslocou para o imóvel da ex-sogra, que não teve a idade revelada. Ao ficar sabendo que a mãe corria perigo, o ex-cunhado do homem, de 33 anos, foi atrás dele com mais três amigos para impedir a ação.

No meio do caminho, próximo ao Córrego Ribeirão do Anastácio, na zona rural da cidade, o quarteto se deparou com a vítima e uma discussão foi iniciada. Durante a briga, Silva foi esfaqueado várias vezes e jogado no córrego. O corpo foi retirado da água pelo irmão do homem.

Depois do homicídio, o ex-cunhado e os comparsas, fugiram, mas um deles, um jovem de 21 anos, foi preso em casa. Ele já tinha um mandado de prisão em aberto por ter matado outra pessoa a pedradas na cidade. A Polícia Civil investiga o caso.


Comments are closed.