A imagem utilizada no destaque do artigo é uma ilustração
UBERABA, TRIÂNGULO MINEIRO – O Estado de Minas Gerais confirmou a morte de um macaco por febre amarela em Uberaba.
O resultado foi divulgado em boletim epidemiológico liberado ontem. A Secretaria Municipal de Saúde já prepara ações de bloqueio e anuncia ampliação da vacinação contra a doença nas unidades básicas. Apesar da confirmação do caso silvestre na cidade, até o momento não há registro de pacientes com suspeita de febre amarela.
Dois macacos foram encontrados mortos em Uberaba no início do mês e o material foi encaminhado para análise laboratorial por suspeita de febre amarela. Um dos animais teve morte confirmada pela doença. O outro caso ainda continua em investigação pelo Estado.
O secretário municipal de Saúde, Iraci Neto, revela que os animais foram localizados em uma chácara no Jardim Santa Clara, na divisa entre a área urbana e a zona rural. O bairro fica próximo à saída de Uberaba para a BR-050, no sentido Estado de São Paulo.
Segundo o titular da pasta, após a notificação das suspeitas, um trabalho preventivo de imunização em domicílio já foi realizado na área onde os macacos foram encontrados. Com a confirmação do caso de febre amarela silvestre, ele afirma que as equipes vão expandir o raio de atuação do bloqueio para reforçar a vacinação no local.
O secretário também adianta que mais uma remessa de vacinas contra a febre amarela foi disponibilizada ontem pelo Estado para reabastecer o estoque municipal e assegurar a continuidade da imunização. Iraci informa que Uberaba recebeu 8.000 doses de vacina.
Além das ações de bloqueio na zona rural, as doses foram distribuídas nas unidades de saúde e o secretário anuncia que os dias e horários de vacinação serão ampliados. De acordo com ele, a população poderá procurar hoje os postos de saúde para tomar a vacina, a partir de 12h. “A vacinação contra a febre amarela estará disponível desta quarta-feira até sexta-feira e vamos analisar um esquema especial na próxima semana. Com o recesso de carnaval e o feriado do aniversário da cidade, a população poderá buscar as vacinas na quarta e na sexta”, declara.
Iraci se reuniu ontem com a equipe técnica da Superintendência Regional de Saúde e também definiu reforço do fumacê. Além dos motofogs, o Estado cedeu veículos para pulverizar o inseticida e eliminar o mosquito Aedes aegypti, transmissor tanto da dengue quanto da febre amarela.
Paralelo ao trabalho desenvolvido pelo poder público, o titular da Saúde ressalta que a participação da comunidade é essencial para conter a febre amarela em Uberaba. “Não temos casos em humanos, mas a situação se agravou porque temos o mosquito transmissor e a confirmação do hospedeiro da forma silvestre da doença. Então, pedimos à população que colabore no combate ao Aedes aegypti”, alerta.

Comments are closed.