(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil )
(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil )

A Portela é a escola de samba campeã do carnaval de 2017 do Rio de Janeiro. Em uma disputa apertada, o título de campeã foi decidido na apuração do último quesito.

A Portela levou ao sambódromo um enredo que contou a relação histórica entre a humanidade e os rios, passando também por lendas e religiões. A escola relembrou a tragédia de Mariana, ocorrida em novembro de 2015. Sua quarta alegoria ‘Um rio que era doce’ cruzou a avenida totalmente em barro, com esculturas de pescadores aos prantos.
O ator Alexandre Maguolo estava no centro deste destaque e interpretou a dor dos pescadores, que não podem mais viver do rio que morreu.

Este é o quarto título de Paulo Barros no Grupo Especial. A disputa foi acirrada e a Portela saiu-se melhor que a Mocidade, o Salgueiro, a Mangueira, a Grande Rio e a Beija-Flor, que ficaram com as colocações seguintes. Na apuração, realizada no sambódromo, o campeonato está sendo intensamente comemorado, assim como na quadra, que fica em Oswaldo Cruz, zona norte do Rio, e já está cheia.

20170301182804955184o
(foto: AFP / Vanderlei ALMEIDA )
Continua após a publicidade

“O Brasil precisa da Portela, a cultura popular precisa da Portela. A Portela agora vai ter paz para ser a grande escola que ela tem que ser, não vai ter mais que carregar essa cruz do jejum. A Portela vai abraçar todas as suas coirmãs. Mais importante do que levantar a bandeira da Portela é levantar a bandeira do samba”, celebrou o presidente, Luis Carlos Magalhães.

As escolas de samba foram avaliadas em nove quesitos: alegorias e adereços, bateria, fantasia, samba-enredo, comissão de frente, evolução, harmonia, mestre-sala e porta-bandeira e enredo.

As seis primeiras colocadas se apresentam novamente no Desfile das Campeãs, no próximo sábado (4).

Rebaixamento Este ano, nenhuma escola foi rebaixada para o grupo de acesso por decisão da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) motivada por acidentes que deixaram feridos durante a passagem da Paraíso do Tuiuti e da Unidos da Tijuca.

Em 2016, a grande vencedora do carnaval do Rio de Janeiro foi a Mangueira. O segundo e terceiro lugar ficaram com a Unidos da Tijuca e a Portela, respectivamente. (com agências)


Comments are closed.