CAPINÓPOLIS, TRIÂNGULO MINEIRO – O vereador Caetano Neto da Luz cedeu entrevista ao jornalista Paulo Braga e falou sobre a importância do teste de Oximetria de Pulso, também conhecido como “teste do coraçãozinho”. O Projeto foi apresentado no início de fevereiro e votado na Câmara Municipal de Capinópolis nesta quarta-feira (01) de março.

“Em um universo de hum mil, vinte crianças tem este problema de cardiopatia congênita e se for tratado cedo e o diagnóstico for preciso, o Município não vai gastar com cateterismo no futuro, não vai gastar também com cirurgia de angioplastia que hoje custa em torno de R$11 mil à R$22 Mil”, disse o vereador.

Continua após a publicidade

A oximetria de pulso é um exame indolor, utilizado para medir os níveis de oxigênio no sangue e batimentos cardíacos, devendo ser realizado em recém-nascidos assintomáticos após 24 horas de vida, mas antes da alta hospitalar, para detectar a presença de cardiopatia congênita grave que colocar em risco a vida da criança.

Se a Lei for promulgada pelo prefeito Cleidimar, o hospital local ou qualquer outro estabelecimento que preste ou que venha a prestar serviço de assistência ao parto na rede pública ou conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS), fica obrigado a efetuar o exame de oximetria. Caberá ao Executivo Municipal, por meio de ato próprio, baixar as demais normas para o integral cumprimento da Lei.


Comments are closed.