Estrutura não suportou peso do caminhão que destruiu parte da ponte (foto: Prefeitura Municipal de Turvolândia/Divulgação)
Estrutura não suportou peso do caminhão que destruiu parte da ponte (foto: Prefeitura Municipal de Turvolândia/Divulgação)

A insistência de um caminhoneiro em seguir pela ponte que liga as cidades de Turvolândia e São Gonçalo do Sapucaí, no Sul de Minas, cujo tráfego é proibido para veículos pesados, resultou no rompimento da estrutura de metal e madeira do equipamento, na tarde desta segunda-feira. O caminhão, carregado com mais de 10 toneladas de milho, ficou pendurado e devido a fragilidade estrutural, somente nesta terça-feira deve ser retirado.

De acordo com a Polícia Militar, existe sinalização de trânsito proibido para veículos pesados na estrada que antecede a ponte, sobre o Rio Sapucaí. O caminhoneiro escapou sem ferimentos, mas a posição em que ficou o caminhão, dificulta sua retirada, já que deverá ser arrastado pela estrutura que não foi danificada em direção a São Gonçalo do Sapucaí, com risco de novo acidente.

Com os danos no pontilhão, moradores de Turvolândia, cidade de cerca de 5 mil habitantes, vão ter que pegar desvio de quase 20 quilômetros para ter acesso a São Gonçalo do Sapucaí, que é um município vizinho com maior estrutura de atendimento à saúde e comércio. A ponte é um dos cartões-postais de Turvolândia.

Continua após a publicidade

Via: EM


Comments are closed.