Cleidimar Zanotto, Frederico Ferramenta, Antonio Lerin, Caetano Neto e Luciano Belchior

CAPINÓPOLIS, MINAS GERAIS – Uma comitiva capinopolense foi até à capital mineira – Belo Horizonte – na última quarta-feira (10), ao encontro do dirigente da operação sul da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Frederico Ferramenta Delfino.

O prefeito Cleidimar Zanotto e os vereadores Luciano Belchior e Caetano Neto da Luz foram acompanhados pelo deputado Estadual Antônio Lerin até o gabinete do diretor da Copasa com intenções de buscar medidas para viabilizar abastecimento de água potável na comunidade rural conhecida como “Chácaras Neguta” e requerer melhorias no abastecimento de água nos bairros Alvorada II, III – Recanto das Acácias II e José Balduíno Sobrinho.

A área rural “Chácaras Neguta” abriga cerca de 150 famílias e alguns proprietários conseguiram – com recursos próprios – perfurar poços artesianos, mas a grande maioria das residências conta com cisternas que correm o risco de estarem contaminas. Uma das reivindicações propostas pela comitiva que foi à BH é a perfuração de três poços artesianos e a canalização da água potável até as residências.

Continua após a publicidade

Recentemente, os vereadores Caetano Neto, Luciano Belchior e Daniel França já haviam se reunido com o diretor Frederico Ferramenta Delfino buscando medidas que solucione o grande problema do abastecimento de água na “Chácaras Neguta”.

Segundo o vereador Caetano, a busca de soluções para abastecimento de água potável para comunidade vem desde 2009 – “pudemos perceber que houve muito boa vontade para atender as reivindicações. Hoje, está muito perto desta conquista aos moradores da comunidade das ‘chácaras Neguta’. É uma luta deste 2009”, disse o vereador.

O requerimento protocolado no gabinete do diretor da Copasa, ainda solicita a recomposição do quadro de pessoal da unidade da companhia em Capinópolis; Equipar poço perfurado para complementação de produção de água bruta para tratamento, para evitar problemas de abastecimento; Recompor ruas e avenida danificadas no decorrer dos anos pela abertura de valetas; Retomar a execução do poço artesiano que foi iniciado e até hoje não foi concluído; Fazer um estudo de impacto financeiro para atender a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), analisando a viabilidade de iniciar as atividades seja pela Copasa ou por outra empresa do segmento.

Segundo o prefeito Cleidimar Zanotto, o encontro foi de extrema importância – “o encontro teve grande relevância e trará vários benefícios à população. Queremos garantir o abastecimento de água potável de qualidade à população e por meio deste trabalho, ficaremos mais seguros diante de uma possível crise de abastecimento”, disse o prefeito.

Em 2014 Capinópolis sofreu com uma severa crise hídrica – a Copasa iniciou a perfuração de um poço artesiano com uma profundidade de 200 metros, mas a sonda de perfuração apresentou problemas e a obra foi interrompida. Segundo o vereador Luciano Belchior, a retomada da perfuração de poço para abastecimento complementar de água potável é necessário – “O diretor Frederico Ferramenta fez o compromisso de dar continuidade na perfuração do poço que já estava em execução. Este poço será importante caso haja uma estiagem severa”, finalizou o vereador Luciano Belchior.


Comments are closed.