Aguimar Garcia (Neném) e Cláudio Scarparo / foto: Valdair Bernardeli

CAPINÓPOLIS, MINAS GERAIS – Aguimar Garcia, também conhecido por sr. Neném, achou na semana passada um artefato arqueológico no quintal de sua residência, à Rua 97, nº 431. Por coincidência o sr. Aguimar é amigo do historiador Cláudio Scarparo Silva, que presta assessoria ao município de Capinópolis, tendo o convidado para almoçar em sua residência. Durante o almoço o historiador reparou na pedra que servia de calço para a porta da sala.

Vendo a pedra, o historiador perguntou-lhe onde havia sido encontrada a pedra e Aguimar relatou que a encontrou nos fundos de sua residência.

Trata-se de uma lâmina polida, usada pelos índios que habitavam a região antes do período de colonização. É um artefato arqueológico, que serve para corte e para percussão. É um achado muito significativo, pois o mesmo comprova a existência de grupos indígenas, que habitavam em Capinópolis. A pedra encontra-se na Secretaria de Educação e Cultura e está guardada até se encontrar um lugar apropriado para sua exposição, que poderá servir para pesquisas e trabalho de educação patrimonial com as escolas e universidades.

Continua após a publicidade

O Setor de Patrimônio Cultural avisa a todo cidadão que encontrar um artefato arqueológico, pode entrar em contato com a Secretaria Municipal de Educação para o registro do material.

Vale ressaltar que este material é fundamental para o conhecimento da história indígena da região, já que eles não possuíam escrita e, por isso, não tem como saber do seu passado, a não ser pelos vestígios arqueológicos.


Comments are closed.