o senhor dos anéis,J.R.R. Tolkien
J.R.R. Tolkien se tornou mundialmente conhecido pela trilogia ‘O Senhor dos Anéis’

BBC

Um novo livro do autor da trilogia “O Senhor dos Anéis”, J.R.R. Tolkien, está à venda – cem anos depois de ter sido escrito.

Beren e Lúthien tem sido descrito como uma “história muito pessoal” na qual o professor de Oxford pensou depois de retornar da Batalha do Somme, uma das mais sangrentas da Primeira Guerra Mundial.

O livro foi editado por seu filho Christopher Tolkien e contém versões de um conto que se tornou parte de O Silmarillion, coletânea de textos mitológicos publicado em 1977.

CCAA Capinópolis

A obra apresenta ilustrações de Alan Lee, que ganhou um Oscar por seu trabalho nos filmes da trilogia.

Beren e Lúthien foi publicado nesta quinta-feira. A história fala do destino dos amantes Beren e Lúthien, um homem mortal e uma elfa imortal que juntos tentam roubar do maior de todos os seres malignos: Melkor.

o senhor dos anéis,J.R.R. Tolkien
‘Beren e Lúthien’ é uma história de amor parcialmente inspirada na esposa de Tolkien, Edith

O especialista em Tolkien John Garth, que escreveu Tolkien and The Great War (sem tradução para o português), disse que o autor de O Hobbit usou sua escrita como um “exorcismo” dos horrores que testemunhou na Primeira Guerra Mundial.

“Quando ele voltou das trincheiras, com febre de trincheira (doença causada por bactéria e transmitida por piolhos), ele passou o inverno (de 1916-1917) convalescente”, disse o escritor.

“Ele perdeu dois de seus amigos mais queridos em Somme e você pode imaginar que ele devia estar tão destruído por dentro quanto estava fisicamente.”

Garth disse que a cena principal de Beren e Lúthien foi inspirada por um momento íntimo de Tolkien e de sua mulher, Edith: a dança dela em uma clareira cheia de flores brancas durante uma caminhada pelos bosques de East Yorkshire, distrito da Inglaterra.

“Tolkien sentiu o tipo de alegria que antes devia ter pensado que nunca sentiria de novo.”

Os nomes Beren e Lúthien estão esculpidos na lápide que Tolkien e sua esposa compartilham no cemitério de Wolvercote, em Oxford.

o senhor dos anéis,J.R.R. Tolkien
Lee ganhou um Oscar por seu trabalho nos filmes de Peter Jackson / Alan Lee

Para o novo livro, Christopher Tolkien, agora com 92 anos, manteve a história de seu pai na forma original em que foi escrita e também mostrou como a narrativa mudou para se tornar parte de O Silmarillion.

Publicado em 1954, O Senhor dos Anéis foi a sequência de O Hobbit e é uma das novelas mais bem sucedidas já escritas, tendo vendido mais de 150 milhões de cópias.

A adaptação cinematográfica, lançada de 2001 a 2003, é uma das principais séries de filmes de todos os tempos – a película final ganhou 11 Oscars.

o senhor dos anéis,J.R.R. Tolkien
Tolkien e Edith gravaram os nomes Beren e Lúthien em sua lápide

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui