MINAS GERAIS – Após ter a energia elétrica e a água cortado em casa, uma mulher de 27 anos teria ficado furiosa e assassinado o marido de 44 anos no bairro Taqueril, na zona Leste da capital mineira – Belo Horizonte. Segundo a mulher, o marido a teria agredido com socos durante uma discussão sobre os cortes dos serviços básicos.

De acordo com dados da ocorrência registrada pela Polícia Militar (PM), a mulher relatou que vivia em uma residência alugada com o companheiro  Heberte Xavier, de 44 anos. Por problemas financeiros, eles estavam inadimplentes com o pagamento da locação, o que fez com que o dono da casa deixasse que os serviços da Copasa e Cemig fossem cortados.

Ao chegar em casa, após um dia de trabalho, e perceber que ficaria no escuro e sem água, a mulher discutiu com Xavier por ele não ter resolvido a situação com o locador. Ainda na versão da suspeita, durante o atrito, o marido começou a xingá-la com palavras de baixo calão e lhe deu um soco no rosto.

Continua após a publicidade

Para se defender, a mulher deferiu uma facada no tórax da vítima. Os militares do 22º Batalhão foram acionados por vizinhos que escutaram a briga e, ao chegarem, encontraram a agressora segurando o marido no chão.

Xavier chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital de Pronto Socorro João XXIII, mas não resistiu ao ferimento. À polícia, a irmã da suspeita contou que a jovem era constantemente agredida pelo homem. No entanto, ela não informou se a mulher já havia registrado algum boletim de ocorrência contra o companheiro.

A suspeita recebeu atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Leste e, em seguida, foi encaminhada à Central de Flagrantes I (Ceflan).


Comments are closed.