Houve troca de tiros e um dos suspeitos, de 44 anos, foi atingido por um projétil de arma de fogo em um dos pés / foto: Sandro Neves

UBERABA, MINAS GERAIS – Um motorista de caminhão de transporte de combustíveis foi preso em flagrante, por volta das 21h15 de sábado, na antiga avenida Filomena Cartafina, em Uberaba, no momento em que fazia o transbordo da carga para um carro GM Montana ocupado por dois homens. Os suspeitos fugiram, mas foram perseguidos por policiais militares. Houve troca de tiros e um dos suspeitos, de 44 anos, foi atingido por um projétil de arma de fogo em um dos pés. O motorista da carreta, 46 anos, que fazia o transporte do combustível, foi preso e disse que vendia cada litro de álcool furtado a R$ 1,50. Um terceiro envolvido conseguiu fugir.

Conforme o Registro de Eventos de Defesa Social (Reds), uma guarnição da Polícia Militar fazia patrulhamento ao longo da antiga avenida Filomena Cartafina, quando os militares avistaram uma grande nuvem de poeira advinda de uma estrada de terra a um quilômetro do radar situado na saída do local que liga a avenida à estrada do distrito da Baixa.

A equipe fez o retorno e acessou a citada estrada. Ao avançar por duzentos metros foi avistado o caminhão bitrem parado e desligado em meio ao pasto e ao seu lado estava um veículo GM Montana de cor preta, também desligado. Os militares se aproximaram e três homens correram, sendo que um foi em sentido ao caminhão e dois no sentido ao veículo GM Montana. Os dois veículos fugiram em sentidos opostos e em alta velocidade.

Continua após a publicidade

O carro GM Montana evadiu pela estrada de terra e a carreta acessou a avenida Filomena Cartafina sentido ao distrito industrial. Os militares passaram a perseguir o motorista da carreta e alertou o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) para a fuga dos dois homens na GM Montana.

O motorista da carreta foi parado ainda na mesma avenida em cerco e bloqueio feito pelos policiais militares. Foram realizadas buscas no motorista e também no interior da carreta e encontrados lacres rompidos.

O motorista da carreta Volvo, cor branca, alegou que o caminhão é de uma empresa de transportes no estado de Goiás e que estava na cidade para fazer o frete de álcool, o que foi confirmado por nota fiscal. Ele também confessou que estava furtando o álcool e vendendo cada litro por R$ 1,50. O motorista da carreta recebeu voz de prisão em flagrante.

Suspeitos tentam fugir e trocam tiros com os PMs

Outra guarnição da Polícia Militar avistou a picape GM Montana, cor preta,  com três homens manipulando o combustível. Foi feita a abordagem e determinado que os suspeitos deitassem no chão, mas optaram por fugir para dentro de uma mata fechada, desobedecendo ordem policial. Um dos suspeitos em fuga, segundo o Reds, efetuou cerca de quatro tiros em direção aos militares. Um dos PMs também disparou cerca de cinco tiros. Os militares solicitaram apoio e foi feito o cerco do entorno da mata.

Em seguida um dos suspeitos foi encontrado deitado ao solo e com ferimento no pé esquerdo provocado por projétil de arma de fogo. Os outros dois envolvidos não foram localizados. O suspeito com ferimento no pé foi identificado e constatado contra ele um mandado de prisão. Ele foi socorrido por integrantes de uma unidade do Samu e levado até o pronto-socorro do Hospital de Clínicas da UFTM e não corre risco de morte.

A carreta carregada de álcool e também o GM Montana (com treze galões de 20 e 50 litros cheios de álcool) foram apreendidos e encaminhados a um pátio credenciado pelo Detran em Uberaba.


Comments are closed.