CAPINÓPOLIS, MINAS GERAIS – A Secretaria de Estado de Cidades e de Integração Regional autorizou a perfuração de três poços artesianos na região rural das Chácaras do Neguta em Capinópolis. Professor Neivaldo, secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado de Minas Gerais recebeu o comunicado da autorização no dia 07 de Junho. (veja)

De acordo com a Secretaria de Estado, a perfuração dos poços ficará a cargo da Cia. de Saneamento de Minas Gerais (COPASA), que já tomou ciência da autorização. Com a ação, não será necessário a migração da área rural para urbana, como foi exigida pela Copasa no passado.

Recentemente, os vereadores Caetano Neto, Luciano Belchior e Daniel França se reuniram com o diretor da COPASA, Frederico Ferramenta Delfino, buscando medidas que solucione o grande problema do abastecimento de água na Chácaras Neguta. O prefeito de Capinópolis, Cleidimar Zanotto, também  participou do encontro em Belo Horizonte em busca de soluções e uma das reivindicações propostas pela comitiva que foi a perfuração de três poços artesianos e a canalização da água potável até as residências.

Continua após a publicidade

A autorização para perfuração dos poços artesianos foi comemorado pelo vereador Caetano Neto da Luz, um dos parlamentares que mais lutou para que a demanda por água de qualidade fosse suprida nas Chácaras Neguta. (Veja)

Segundo o secretário de meio ambiente do Município de Capinópolis, Vilson Bernardeli, a perfuração dos poços deve ocorrer em breve – “a perfuração deve ocorrer em breve e o local será definido pelos moradores da localidade. Essa medida respeita a cidadania e é o ‘ponta-pé’ para garantirmos saneamento básico na localidade”, disse o secretário, que complementou apontando detalhes técnicos da obra que acabará com a falta de água potável nas chácaras – “será instalada uma caixa d´água em local definido por um técnico, que avaliará a topografia da área. A altura do reservatório deve levar água potável em queda livre até as residências”.

Bernardeli participou do 34º Congresso Mineiro de Municípios, onde pleiteou benefícios para Capinópolis.

Vilson Bernardeli durante o 34º Congresso Mineiro de Municípios

A estrutura e a forma de instalação da tubulação que levará a água até os moradores da comunidade das Chácaras Neguta deve ser definida pelo conselho de obras do Município de Capinópolis.

A área rural Chácaras Neguta abriga cerca de 150 famílias e alguns proprietários conseguiram – com recursos próprios – perfurar poços artesianos, mas a grande maioria das residências conta com cisternas que correm o risco de estarem contaminas.

Na localidade é comum ver residência com várias caixas d´água e tambores que reservam a água disponibilizada pelo caminhão pipa da prefeitura municipal.

O abastecimento de água potável por meio dos poços artesianos deverá suprir a demanda humana e de animais que vivem nas propriedades.

Um projeto para instalação de fossas sépticas também está sendo estudado para implantação na localidade. O resíduo das fossas deverá ser captado por um veículo próprio da prefeitura.

 


Comments are closed.