A utilização de tecnologia da informação e comunicação (TIC) como aliada da gestão pública já é uma tendência nos municípios do Triângulo Mineiro. A junção é uma forma de melhorar e potencializar a eficácia dos serviços disponibilizados pelas prefeituras aos cidadãos. Levantamento feito pela Rede Cidade Digital (RCD) mostra que 83% dos atuais prefeitos citaram em seus planos de governo, protocolados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no ano passado, propostas relacionadas a investimento em sistemas digitais.

A consulta será apresentada durante I Fórum de Cidades Digitais do Triângulo Mineiro, no dia 03 de agosto, em Uberaba. O evento, organizado pela RCD em parceria com a Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Grande (AMVALE), reunirá gestores para discutir modelos, políticas públicas e ferramentas na área, mostrando as possibilidades de criação de cidades inteligentes e conectadas.

Ao todo, foram 189 propostas relacionadas à tecnologia. A área mais lembrada pelos prefeitos eleitos foi a Educação, com 19% das propostas, seguida de Informatização (28%), Segurança (13%) e Inclusão Digital (13%). O diretor da RCD, José Marinho, afirma que a pesquisa reflete a necessidade das Prefeituras, cada vez mais, de incorporarem na gestão processos tecnológicos. “É uma demanda social por ambientes mais conectados e atendimento facilitado. Em tempos de recessão econômica, os municípios também precisam adotar tecnologia para reduzir custos, aumentar a arrecadação e atrair investimentos”, avalia o diretor da RCD.

Continua após a publicidade

Dentre as 36 propostas relacionadas à educação, há projetos de melhora ou construção de salas de informática, introdução de equipamentos tecnológicas dentro das salas de aula, promover o uso pedagógico das tecnologias de informação e comunicação, entre outros. O prefeito de Cachoeira Dourada, Ovídio Dantas, pretende, por exemplo, usar tecnologia da informação e comunicação em atividades educacionais presenciais ou à distância, assim como elaborar projetos educativos com uso de redes e ambientes virtuais de aprendizagem colaborativa.

Em relação à informatização, o município de Iraí de Minas, sob a gestão de Antoninho Dall Agnol, propõe a criação do Serviço de Informação Municipal, plataforma para agendamentos de serviços, como ligação de rede esgoto, retirada de entulho, entre outros. Na saúde, o prefeito pretende informatizar o sistema de prontuários de pacientes, assim como facilitar o acesso à conteúdo e informação, implementando a Biblioteca Digital.

No quesito Segurança, as 24 propostas apresentadas se referem à instalação de câmeras de vídeo monitoramento em pontos estratégicos das cidades para inibir a violência. Em inclusão digital, há propostas de ensino de informática para idosos, pessoas carentes ou com necessidades especiais, assim como criação e ampliação de telecentros ou outras formas de acesso à internet. É o caso do prefeito de Monte Alegre de Minas, Dr. Último Bittencourt, que incluiu ações para desenvolver atividades de alfabetização de jovens e adultos utilizando o computador como principal ferramenta, proporcionando acesso às novas tecnologias.

Dos 66 Municípios que compõem a região, 11 não fizeram referência à tecnologia em suas propostas.

Fórum – O I Fórum De Cidades Digitais do Triângulo Mineiro é voltado para prefeitos, gestores e vereadores e busca discutir o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação na melhoria dos serviços públicos. As inscrições são gratuitas para servidores públicos e podem ser feitas pelo http://redecidadedigital.com.br/. A iniciativa da Rede Cidade Digital, que atua em diversas regiões pelo país, tem a parceria da AMVALE, o patrocínio da ENW e o apoio da Associação Brasileira de Internet (ABRANET) e da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) – Regional Vale do Grande Rio.


Comments are closed.