Após sofrer com preconceito, jovem com manchas se candidata ao Miss Universo

Instagram/evita_delmundo/Reprodução Candidata a representar a Malásia no Miss Universo pediu ajuda do pai para repreender colegas que faziam bullying

Evita Delmundo, de 20 anos, já teve muitos problemas em aceitar quem é. A jovem tem uma condição que deixa seu corpo coberto por manchas escuras, e já sofreu muito preconceito por isso. Felizmente, após uma reviravolta nos últimos anos, ela aceitou sua pele e, hoje, é uma das candidatas a representar a Malásia no concurso de beleza mais popular de todos: o Miss Universo.

Em entrevista ao site da revista “Elle” da Malásia, Evita conta que mesmo que não consiga participar do Miss Universo não vai desistir e continuará se inscrevendo em concursos de beleza.

Nascida no estado de Sabá, a jovem atualmente trabalha em um “cat cafe”, um espaço para amantes de café e gatos, mas o que quer mesmo é se tornar referência em um universo que preza tanto pela perfeição. “Sempre foi um sonho tentar participar do concurso. Acredito que seja uma boa forma de mostrar minha singularidade e a recém-descoberta confiança. Espero também poder inspirar outras pessoas.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Programa NTN do dia 30/06/2017

Retirada de cobradores dos ônibus do transporte coletivo de Uberlândia é discutida na Câmara