A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) anunciou nesta sexta-feira (21) a proposta de reajuste de 2,53% para todos os servidores da administração direta. O índice ficou acima da inflação de janeiro a junho, que foi de 1,12%. O último reajuste aos servidores havia sido concedido em dezembro do ano passado.

De acordo com o secretário municipal de Planejamento, André Reis, o reajuste foi possível graças ao crescimento da arrecadação que foi de 6,47%. “O que estamos fazendo é uma política de valorização do servidor de forma responsável, que siga o crescimento das receitas do município. Assim há um crescimento conjunto. O que não dá para fazer é conceder reajustes acima da arrecadação e gerar uma despesa que pode quebrar o município no futuro” disse.

O impacto no orçamento municipal será de R$41 milhões por ano. Uma nova proposta de reajuste poderá ser feita ainda esse ano, em Novembro. Se nessa data houver um novo crescimento da arrecadação, a prefeitura poderá oferecer mais um aumento.

Continua após a publicidade

A proposta agora precisa ser apreciada pelas categorias. Se for aprovada pelos servidores, ela seguirá como projeto de lei para Câmara Municipal e a estimativa é que o reajuste seja concedido a partir do salário de agosto.

Segundo André Reis, o reajuste foi possível também pela reforma administrativa. A reforma aprovada na Câmara Municipal vai gerar uma economia de R$30 milhões por ano.


Comments are closed.