Dois jordanianos foram mortos e um israelense ficou  ferido por tiros neste domingo (23) em um prédio residencial no complexo da embaixada de Israel em Amã, capital da Jordânia, de acordo com informações atualizadas do Diretório de Segurança Pública do país. Em comunicado, a agência de segurança disse que jordanianos tinham entrado no prédio para fazer serviços de carpintaria. O comunicado não explicou o que motivou os tiros.

Os dois jordanianos morreram mais tarde em decorrência dos ferimentos, de acordo com a agência de segurança e um site de notícias ligado aos militares da Jordânia. Um dos jordanianos era um médico que estava no local. O site disse ainda que o homem israelense estava em condição “instável”.

O Ministério de Relações Exteriores de Israel não comentou o incidente.

Continua após a publicidade

As tensões vêm aumentando entre Israel e o mundo muçulmano desde que Israel instalou detectores de metal em um santuário reverenciado por muçulmanos e judeus localizado na Cidade Velha de Jerusalém. O rei da Jordânia é considerado o guardião muçulmano do local. Na sexta-feira, milhares de jordanianos realizaram um protesto contra Israel em Amã.


Fonte: Associated Press.


Comments are closed.