Medieval na tela da Record

Castelos, lutas com espadas, romances e disputas pelo trono estão nos capítulos de “Belaventura”, nova trama da Record TV, que estreia hoje, às 19h45. A primeira novela medieval da emissora é escrita por Gustavo Reiz, autor de “Escrava Mãe” (2016) e também de “Sansão e Dalila” (2011).

Passada no século XV, a história tem como mocinhos o casal formado pelo príncipe Enrico (Bernardo Velasco) e pela camponesa Pietra (Rayanne Morais) – os dois atores fazem sua estreia como protagonistas. Ele é herdeiro do trono da cidade de Belaventura, filho de Otoniel (Kadu Moliterno), e ela é uma camponesa da vila dos plebeus. Os dois viverão um amor proibido em meio a constantes batalhas.

“A história começa com a unificação de uma região composta por condados e ducados independentes, para a formação do reino de Belaventura. O conde Severo (Floriano Peixoto) e o duque Otoniel são representantes de duas grandes casas, Valedo e Redenção, e foram escolhidos por todos os grandes líderes para disputar o trono. Quem vencer a justa será o primeiro rei de Belaventura”, explicou Gustavo Reiz, referindo-se ao tradicional torneio da Idade Média em que dois cavaleiros armados com lanças vão em direção um ao outro.


Primeiro capítulo

No primeiro capítulo, os dois nobres se enfrentam em uma arena. O duque Otoniel leva a melhor, e Severo acaba exilado na floresta. Ele é o vilão da história e não vai descansar enquanto não tomar o trono de seu rival. Em meio a essa briga, outros interessados no posto de rei vão surgir e complicar a vida de Otoniel e sua família.

Apesar de a história ser centrada em uma guerra de tronos, o autor diz que não houve inspiração direta na série “Game of Thrones”, da HBO. “A novela é inspirada nos romances de capa e espada, nas novelas de cavalaria, nos contos medievais. Histórias e personagens como rei Arthur e Robin Hood, entre outros, foram as minhas maiores referências. O trabalho de pesquisa também foi bastante cuidadoso. Além dos roteiristas, há uma historiadora medievalista em minha equipe, sempre nos trazendo elementos da história que foram integrados à trama”, esclareceu Reiz.

Aos poucos, o público conhecerá os moradores da corte de Valedo e da corte de Redenção. “São famílias diferentes e muito importantes. As mais ricas e tradicionais da região. Por um acordo entre todos os ducados e condados, os seus dois representantes seriam os mais indicados para assumir o trono”, completou Reiz. Há ainda a vila dos plebeus, com alguns personagens que vão circular entre os nobres.

Disputa. Apaixonados, os jovens protagonistas, Enrico e Pietra, acabarão envolvidos nessa disputa pelo trono de Belaventura. “Os dois têm suas vidas modificadas no momento da unificação do reino.

Enrico perde a mãe, Vitoriana (Juliana Knust), que sofre um atentado. Ele se torna um príncipe herdeiro que não anseia pelo trono e rejeita o poder. Já Pietra é uma plebeia que tem a mãe sequestrada por um homem que já a perseguia, por causa de um misterioso passado”, contou o autor. A mãe de Pietra é Lucy, personagem vivida por Larissa Maciel.

FOTO: fotos record tv/divulgação
01
Bernardo Velasco interpreta o príncipe Enrico

Plebeus e nobres formam casais proibidos

No capítulo de estreia de “Belaventura”, hoje, haverá uma passagem de tempo de 15 anos, que mostrará o reencontro do príncipe Enrico (Bernardo Velasco) com a jovem Pietra (Rayanne Morais). “Ele vai salvá-la durante um atentado que acontecerá na arena em que Otoniel e Severo disputam o trono. Eles ainda são crianças nesse momento, mas ele vai jurar fidelidade a ela”, revelou o ator Bernardo Velasco. Mais tarde, ainda no mesmo capítulo, os dois vão se encontrar e se encantar um pelo outro, sem saber quem são. “Por acaso, ele ouve um grito na floresta e corre para socorrer. Lá, acontece o reencontro com Pietra”, revelou.

Apaixonado por uma plebeia, o príncipe terá de convencer o pai, Otoniel, a desistir de apresentar outras jovens nobres a ele. Outra mocinha que lutará por um amor complicado é Brione (Juliana Didone), filha do conde Severo (Floriano Peixoto). “Ela faz parte da nobreza e vai se apaixonar por um refugiado”, disse a atriz.

 

Elenco

REI OTONIEL. Homem virtuoso, justo e imponente vivido por Kadu Moliterno. Com sua famosa espada Redentora, triunfou sobre exércitos, gigantes e bestas. O amor ao reino guiará seus passos.

VITORIANA. Juliana Knust dá vida à esposa de Otoniel e mãe de seus filhos. Mulher bela, altiva e de grande carisma, mãe zelosa e exemplar. Será assassinada e estará presente na memória do rei.

LIZABETA. Adriana Birolli é uma moça inteligente e correta. Tem senso de justiça aguçado. Desconfia de Cedric (Giuseppe Oristanio) e de todos os conselheiros que lhe parecem ambiciosos.

CONDE SEVERO. Floriano Peixoto é o vilão. Conde de Valedo, principal rival do rei Otoniel. Homem ambicioso e determinado. É frustrado com relação a sua posição, já que a esposa sempre quis ser rainha.

MARION. Helena Fernandes é a vilã da história. Esposa do conde Severo, Marion é prima do rei Otoniel. Mulher de aparência jovial, ambiciosa e sedutora. Manipuladora, faz de tudo para conseguir seus objetivos.

BRIONE. Juliana Didone vive a filha de Severo e Marion. É inteligente, responsável e estudiosa. Vai se apaixonar por Gonzalo, filho do refugiado Joniel.

Racista pede desculpas

Galã em série infantil