Está internada em observação em um hospital de Divinópolis, na região Centro-Oeste de Minas, uma menina de apenas 1 ano que foi queimada, e o suspeito do crime é o padrasto dela, que acabou detido. Segundo a Polícia Militar, o caso foi denunciado no último domingo (23) por uma médica da instituição.

Ela contou que a criança deu entrada na unidade de atendimento com queimaduras nas nádegas e no dorso, escoriações na fonte e hematomas na face e no olho. Quem levou à criança ao hospital foi a própria mãe, uma jovem de 18 anos. Ela contou que no sábado (22) saiu de casa e deixou a filha com o companheiro, de 35 anos. Ao retornar, a mulher percebeu que a garota tinha uma queimadura nas costas, mas não deu importância e nem questionou o marido.

Já no domingo de manhã, a mulher viu os outros ferimentos, ligou para a mãe, que mora na cidade de Cláudio, a cerca de 70 quilômetros, e só depois levou a menina ao hospital. Durante o registro da ocorrência, o homem foi localizado pelos militares e alegou que no sábado deixou a enteada sozinha em casa e, ao voltar, percebeu os ferimentos, mas também não tomou nenhuma providência.

Continua após a publicidade

Diante da situação, o homem foi detido e a mãe da vítima também foi encaminhada à delegacia para prestar esclarecimentos.


Comments are closed.