A conversa que um homem de 31 anos tinha com sua mulher foi interrompida de forma trágica na tarde de terça-feira (25) no bairro São Benedito, em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte. Cristian de Oliveira foi atingido com 11 tiros e morreu antes de ser socorrido à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do bairro. 

Conforme o registro da Polícia Militar (PM), a mulher contou que no meio da ligação ouviu alguns estampidos e, em seguida, a ligação caiu. Ela foi correndo até o local onde o companheiro estava, na rua Iracema, encontrando-o desacordado e com diversas perfurações. Após pedir ajuda para pessoas que estavam no local, o homem foi levado para a UPA, onde ele e a esposa foram deixados por duas pessoas, que foram embora logo em seguida. 

O médico da unidade de saúde constatou a morte e informou aos policiais que a vítima foi atingida por 11 tiros, sendo dois deles na cabeça, um no braço direito, e sete no tórax. Enquanto os PMs estavam na UPA, a corporação recebeu uma ligação anônima dando conta que os autores do homicídio estariam na rua Maringá, via paralela à rua onde o homem foi baleado. Entretanto, após buscas na região, ninguém foi preso.

Continua após a publicidade

No local onde Oliveira foi baleado, a perícia da Polícia Civil (PC) recolheu cápsulas de calibre 380, que passarão por perícia. O crime será investigado pela corporação. 


Comments are closed.