07/08/2017- Brasília- DF, Brasil – Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, participa do 1º Fórum de Simplificação e Integração Tributária, na sede da Confederação Nacional da Indústria
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O governo anunciou nesta terça-feira novas e maiores metas de déficit primário, que subirão a 159 bilhões de reais neste e no próximo ano, confirmando a tendência de deterioração das contas públicas em meio a intensas idas e vindas sobre a definição dos números.

As metas anteriores para o governo central (Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência) eram de 139 bilhões de reais em 2017 e de 129 bilhões de reais para o próximo ano. Os novos valores precisam ser aprovados pelo Congresso.

O anúncio foi feito pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que justificou o aumento das metas pela substancial queda de receita.


Comments are closed.