CAPINÓPOLIS, MINAS GERAIS – A população de Capinópolis viveu momentos de tensão neste domingo (20) de agosto, após três incêndios de grandes proporções atingirem a cidade.

O incidente  mais grave teve início no final da manhã, quando um incêndio atingiu uma área de pasto que fica localizada entre os bairros Alvorada III, Portal dos Ipês e a MGC-154. Uma testemunha disse ao Tudo Em Dia que o incêndio pode ter sido iniciado após atearem fogo a um lixo que estava próximo ao pasto seco.

Continua após a publicidade

Ventava muito no momento em que as chamas se alastraram pelo pasto, mas a situação ficou crítica quando o vento mudou a direção e o fogo seguiu rumo a um posto combustíveis que fica às margens da MGC-154. “O fogo estava a uns 150 metros e estávamos tentando contê-lo, mas quando o vento ‘virou’,  as chamas chegaram até a área do posto em questão de minutos. Achei que tudo iria pelos ares”, disse a testemunha.

As chamas atingiram três carretas carregadas de sorgo que estavam estacionadas no pátio – uma borracharia de propriedade do Posto Total também foi atingida. Vários caminhões pipa  deram suporte para conter as chamas, mas os veículos e a carga de sorgo foram completamente destruídos.

A intensidade das chamas fez com que o fogo atravessasse a rodovia e atingisse a vegetação do lado inferior da MGC-154, continuando o rastro de destruição que foi contido próximo à antiga algodoeira, onde hoje, funciona a Cooperativa de Reciclagem do Pontal (COOPTAL).

O fogo chegou  a atingir a cerca de uma indústria cerâmica que fica próximo ao posto de combustível – um caminhão pipa conteve as chamas e impediu que a indústria fosse atingida.

No mesmo instante, outro incêndio de grandes proporções teve início na MG226, entre Capinópolis e Ipiaçu, ameaçando atingir um silo de grãos que fica às margens da rodovia. No momento em que a reportagem do Tudo Em Dia esteve no local, tratores tentavam conter as chamas. Uma reserva ambiental também foi atingida.

O incêndio teve início em uma “palhada” – resultado da colheita de uma lavoura de milho – às margens da MG226. Ao que tudo indica, o incêndio  foi causado propositalmente e atingiu os dois lados da rodovia – os motoristas se arriscavam ao passar pelo local.

O abastecimento de energia elétrica foi interrompido em toda a cidade e em várias partes da zona rural. Por falta de eletricidade, os serviços de telefonia e abastecimento de água também foram interrompidos.

Apesar da gravidade dos incêndios, ninguém ficou ferido.

O restabelecimento do fornecimento de energia elétrica ocorreu por volta de 2h da manhã de segunda-feira (21).


Comments are closed.