Momento da audiência pública / foto: assessoria

A situação financeira de Capinópolis, mesmo em momento de crise, está no ‘azul’ graças ao trabalho que a administração municipal vem realizando, com austeridade e economia.

“Nós temos que nos preocupar com o segundo semestre, onde normalmente a arrecadação do município cai, visando assim garantir o pagamento dos servidores municipais em dia, bem como fornecedores e a manutenção dos investimentos”, disse o prefeito Cleidimar Zanotto.

A contadora Hélida Derze, lamentou a pequena participação do público na audiência.

Continua após a publicidade

“Mais uma vez foi pequena a participação da comunidade, no entanto, como são dados contábeis normalmente gera mesmo pouco interesse da população, contudo, salientamos que os relatórios estão disponíveis no site do município www.capinopolis.mg.gov.br  bem como uma cópia estará à disposição na Câmara Municipal, aos senhores vereadores e o setor de contabilidade está sempre de portas abertas para esclarecer ao cidadão”, disse.

O destaque dos relatórios foi com relação à arrecadação, onde se registrou uma receita de R$14.690.144,58 nesse período, e a despesa liquidada de R$11.635.580,75, ou seja,  um superávit de R$3.054.563,83.

Em educação foi aplicado 24.11% da arrecadação, um número muito próximo ao mínimo necessário que é de 25%, porém, como as aulas só começaram em fevereiro, no final do exercício, o gasto deverá ultrapassar os 25% e, em saúde, foram gastos R$2.199.183,85, ou seja, 19.78%, enquanto que o município tem a obrigação de gastar apenas 15%.


Comments are closed.