Ex-presidente Dilma Rousseff pode disputar vaga ao Senado por Minas Gerais

A ex-presidente Dilma Rousseff pode ser candidata ao Senado por Minas Gerais. Nascida em Belo Horizonte, mas com atuação política em Porto Alegre (RS), Dilma já foi oficialmente procurada pela direção do PT mineiro para tratar do assunto. De acordo com a presidente da legenda no estado, Cida de Jesus, a ex-presidente tem pontuado bem para a disputa pelo Senado nas pesquisas internas.

“Pedimos uma reunião com ela para tratar das eleições em Minas Gerais, estamos aguardando a marcação. Nossa expectativa é de que seja na semana que vem”, informa Cida.

Para disputar um cargo em Minas, Dilma tem que mudar o domicílio eleitoral para o estado, já que seu título está registrado em Porto Alegre, cidade onde ela mora desde o impeachment, em agosto do ano passado.

Continua após a publicidade

De acordo com o calendário da Justiça Eleitoral, o prazo para a mudança do domicílio eleitoral para quem pretende disputar as eleições em 2018 vence no próximo dia 2, um ano antes da data prevista para a disputa eleitoral.

Ano que vem os mineiros vão eleger dois senadores, já que vence mandato de oito anos dos atuais representantes do estado, Aécio Neves (PSDB) e Zezé Perrella (PMDB).

A possibilidade de participar de uma disputa para o Senado já foi cogitada pela ex-presidente em entrevista concedida a uma agência internacional em fevereiro.

“Não serei candidata a presidente da República (…) Agora, atividade política, nunca vou deixar de fazer (…) Não afasto a possibilidade de me candidatar para esse tipo de cargo: senadora, deputada, esses cargos”, declarou à AFP. Caso isso aconteça, a disputa Dilma versus Aécio Neves, que marcou o segundo turno das eleições presidenciais de 2014, pode ser reeditada, já que o senador tucano deve também ser candidato a mais um mandato.


Comments are closed.