Vigia que colocou fogo em creche – foto atual

MINAS GERAIS – Diagnosticado há cerca de três anos com disfunção de consciência e delírios persecutórios, o vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos, é o responsável pela tragédia no norte de Minas Gerais que já deixou dez mortos, inclusive ele.

Damião jogou álcool e ateou fogo em crianças e funcionários da creche Gente Inocente na última quinta-feira (5) de outubro. O crime é tratado como premeditado no inquérito.

O incendiário foi diagnosticado com transtorno mental em 2014, porém, as apurações ainda não apontam nenhum registro de consulta médica, receita e elementos que comprovassem o uso de medicação. Ainda neste ano, Damião chegou a procurar o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) para denunciar a própria mãe, alegando estar sendo envenenado por ela. A promotoria de Janaúba recomendou que ele procurasse um atendimento em um Centro de Atenção Psicossocial (Caps).

Continua após a publicidade

Damião trabalhava no período noturno, em regime de 12 por 36 horas, e não tinha contato com as crianças da creche.

Vigia que ateou fogo em creche é enterrado sem velório e sem parentes

Damião Soares dos Santos, de 50 anos, o vigia que ateou fogo em crianças de uma creche em Janaúba, no Norte de Minas Gerais, foi enterrado nesta sexta-feira (6) sem velório ou a presença de parentes. As informações são do G1.

Segundo a publicação, apenas funcionários da funerária estiveram presentes no enterro. Ele foi sepultado na mesma cova que seu pai, que morreu há três anos. De acordo com a Polícia Civil, a família optou por não velar o corpo e não divulgar informações sobre o enterro por medo de retaliações.

 


Comments are closed.