Tigresa que devorava homens morre eletrocutada na Índia

Foto: Irina Tikhomirova @IrinaGreenVoice

Uma tigresa que matou quatro pessoas no centro da Índia morreu por acidente em uma cerca eletrificada, anunciou uma fonte local neste domingo (15), dois dias depois que a Justiça ordenou sacrificá-la.

“Morreu eletrocutada no sábado às 02h30, recuperamos o seu cadáver”, afirmou Rishikesh Ranjan, diretora da Pench Tiger Reserve.

“A cerca foi colocada por moradores locais para se protegerem dos animais selvagens, principalmente dos javalis”, explicou.

Um tribunal do estado de Maharashtra ordenou na sexta-feira que sacrificassem a felina depois que causou sua quarta vítima.

A tigresa, conhecida como “Kala” (“Negra”, em hindu), foi capturada em julho após matar dois moradores locais e ferir outros quatro em Brahmapuri, no estado de Maharashtra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Considerada um sucesso, exposição agropecuária de Gurinhatã chega ao fim

Pai e filho são suspeitos de matar homem de 40 anos em Pará de Minas