Dos deputados que atuam na região do Triângulo Mineiro, a grande maioria votou pelo arquivamento da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. Marcos Montes (PSD), Caio Nárcio (PSDB), Tenente Lúcio(PSB), Aelton Freitas (PR) e Zé Silva (SD) votaram para que as investigações de corrupção imputada a Michel Temer não prossigam. O relatório foi elaborada pelo deputado mineiro Bonifácio de Andrada (PSDB).

Veja como votou cada deputado mineiro:

A favor do arquivamento – 32
Ademir Camilo (Podemos)
Aelton Freitas (PR)
Bilac Pinto (PR)
Bonifácio de Andrada (PSDB)
Brunny (PR)
Caio Narcio (PSDB)
Carlos Melles (DEM)
Dâmina Pereira (PSL)
Delegado Edson Moreira (PR)
Diego Andrade (PSD)
Dimas Fabiano (PP)
Domingos Sávio (PSDB)
Fábio Ramalho (PMDB)
Franklin (PP)
Leonardo Quintão (PMDB)
Luiz Fernando Faria (PP)
Luis Tibé (Avante)
Marcelo Aro (PHS)
Marcos Montes (PSD)
Marcus Pestana (PSDB)
Mauro Lopes (PMDB)
Misael Varella (DEM)
Paulo Abi-Ackel (PSDB)
Raquel Muniz (PSD)
Renato Andrade (PP)
Rodrigo de Castro (PSDB)
Renzo Braz (PP)
Saraiva Felipe (PMDB)
Tenente Lúcio (PSB)
Toninho Pinheiro (PP)
Zé Silva (Solidariedade)
Contra o arquivamento – 19
Adelmo Leão (PT)
Eduardo Barbosa (PSDB)
Eros Biondini (PROS)
Gabriel Guimarães (PT)
George Hilton (PSB)
Jaime Martins (PSD)
Jô Moraes (PCdoB)
Júlio Delgado (PSB)
Laudivio Carvalho (Solidariedade)
Leonardo Monteiro (PT)
Lincoln Portela (PRB)
Marcelo Álvaro Antônio (PR)
Margarida Salomão (PT)
Padre João (PT)
Patrus Ananias (PT)
Reginaldo Lopes (PT)
Stefano Aguiar (PSD)
Subtenente Gonzaga (PDT)
Weliton Prado (PROS)
Ausente – 1
Mário Heringer (PDT)
Abstenção – 1
Rodrigo Pacheco (PMDB)

Comments are closed.