Dilma disse que a vitória de Menicucci foi também contra o machismo
(foto: Reprodução / Bruno Peres)

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) se referiu ao ator Alexandre Frota como “estuprador confesso” ao comemorar, pelo Twitter, a vitória de sua ex-ministra Eleonora Menicucci em um processo contra ele por danos morais. A petista disse que a absolvição da ex companheira de governo é “uma vitória de todas as mulheres brasileiras, agredidas pela cultura do estupro, pelo machismo e pela misoginia”

“Eleonora, ex-ministra do meu governo, nos representou ao denunciar o estuprador confesso e nos representa, agora, ao vencê-lo na Justiça”, afirmou Dilma.

A ação movida pelo ator contra a ex-ministra foi justamente por ele, ao criticar o fato de ele ter sido recebido pelo ministro da Educação Mendonça Filho, em 2016, dizer que Frota “não só assumiu ter estuprado, mas também faz apologia ao estupro.” A referência foi ao fato de, no ano anterior, o artista ter relatado um estupro a uma mãe de santo na TV.

Continua após a publicidade

Eleonora Menicucci havia perdido a ação em primeira instância e teria de pagar uma indenização de R$ 10 mil a Frota por danos morais.

Ao saber da decisão, o ator disse que o juiz teria julgado o processo com a bunda e seria um ativista gay. “Devemos celebrar a absolvição de Eleonora Menicucci pelo Tribunal de Justiça de SP na ação que lhe movia o ator Alexandre Frota”, reforçou Dilma.

Via EM


Comments are closed.