O ator americano Kevin Spacey interpreta Frank Underwood, personagem principal de ‘House of Cards’

A sexta e próxima temporada de “House of Cards”, série da Netflix, será a última, de acordo com o serviço de streaming. Segundo o site da revista “Variety”, a decisão foi tomada após denúncias de assédio sexual contra o ator Kevin Spacey, que interpreta Frank Underwood.

Anthony Rapp, 46, ator de “Star Trek: Discovery”, disse ter sido assediado por Kevin Spacey, protagonista de “House of Cards”, em 1986.

Segundo ele, que tinha 14 anos à época, o caso ocorreu no apartamento de Spacey. Em entrevista ao “BuzzFeed News”, ele disse que Spacey, visivelmente embriagado, o assediou fisicamente.

Continua após a publicidade

A Netflix, por meio da assessoria de imprensa, disse que não se pronunciou sobre o caso e que o contexto do caso poderia ser entendido a partir de reportagem publicada pelo site “TV Line”.

De acordo com o site, “diversas fontes” da Netflix confirmaram que a decisão de dar fim à série na sexta temporada foi feita meses antes e não tem relação com as denúncias contra Spacey.

A Netflix, por meio de nota, afirmou que os produtores da Netflix estão “profundamente preocupados” com o caso e que, após a denúncia, foi feita uma reunião com o elenco e equipe da série “para garantir que eles continuem a se sentir seguros”. Spacey, porém, não estava no set de gravação no momento, “conforme programado anteriormente”.

No Twitter, Spacey disse estar horrorizado, mas afirma não se lembrar do ocorrido. “Devo a ele minhas mais sinceras desculpas pelo comportamento bêbado extremamente inadequado.” O ator aproveitou a acusação para se declarar homossexual publicamente. “Tive relações com homens e mulheres e escolho, hoje, viver como um homem gay.”

O criador da série, Beau Willimon, disse no Twitter que não presenciou ou foi relatado qualquer comportamento inapropriado de Spacey durante as gravações. “Eu levo denúncias assim a sério, e esta não é uma exceção”, disse.


Comments are closed.