Imagina se em uma fazenda, de um dia para o outro, um enorme buraco de quase 30 metros de diâmetro se abrisse? O caso é real e aconteceu em Coromandel, na região do Alto Paranaíba. Depois que as fotos da cratera começaram a circular pela internet, as teorias mais inusitadas surgiram. “Os alienígenas estão chegando”, afirmou um internauta. “Um meteoro caiu de madrugada em uma fazenda de Coromandel”, escreveu outro. Moradores do município ficaram assustados, e o mistério só foi solucionado depois que professores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) estiveram no local e o examinaram.

No dia 3, eu vi um sinal vermelho e achei o buraco. Nós chegamos a pensar que poderia ser um meteoro, e liguei para o dono da fazenda. Ele chamou os professores”, contou o gerente da fazenda, Roberto Donisete, de 55 anos. Ninguém sabe ao certo, até porque é perigoso chegar perto para medir, mas a especulação é que ele tenha 20 m de profundidade.

O movimento de curiosos começou a ser tão grande na fazenda que os dois únicos funcionários precisaram interditar o local. “Cercamos a área com arame farpado para não cair bichos lá de dentro. E é até perigoso para as pessoas também, que podem cair”, detalhou o gerente.

Continua após a publicidade

Nem mesmo o secretário de Meio Ambiente da cidade, Renato Sucupira, conseguiu ter acesso à propriedade. “Os funcionários impediram nossa entrada, mas o município está à disposição para ajudar o pessoal e para tranquilizar a população da cidade também”, informou.

 

Explicação

O buraco se abriu de repente, entre os dias 2 e 3 deste mês. Mas as fotos só começaram a circular por volta do dia 13, após imagens aéreas, feitas por um drone, serem postadas na internet. Segundo o professor de geologia da UFU Adriano Rodrigues dos Santos, que esteve no local, o fenômeno é conhecido como “dolina”.

É como se houvesse uma caverna embaixo do solo, e ela se abriu”, explicou. Para o especialista, o fato de ser uma região onde há rocha calcária colaborou para que o fenômeno ocorresse, mas o geólogo não vê relação com a presença de mineradoras nas proximidades, nem que a ação humana tenha causado o problema.

O professor descartou, ainda, a possibilidade de um meteorito ter provocado o buraco. “Se você observar as fotos, verá que a terra está desmoronando para dentro da cratera. Se ela fosse causada por um objeto que caiu, a borda seria externa”, observou.

O professor explica ainda que não é a primeira vez que um fenômeno desse tipo assusta moradores. A cratera é semelhante ao buraco de Cajamar que, em 1986, se abriu na grande São Paulo e engoliu oito casas. “A diferença é que isso agora aconteceu na área rural”. 

 

Cratera virou ponto turístico

A partir de agora, o proprietário da fazenda de Coromandel vai precisar monitorar o local da cratera com a ajuda de especialistas em geofísica. O primeiro passo é esperar o buraco parar de crescer. O gerente da fazenda, Roberto Donisete, de 55 anos, que observa a cratera desde seu surgimento, diz quer ela já parou de crescer.

“Desde o dia 3 (quando foi descoberto), a terra não cedeu mais nada”, garantiu. Não há informações ainda se é possível “tampar” o buraco de alguma maneira. O professor Adriano dos Santos explicou que a cratera não se formou por causa da ação humana, já que na área há apenas uma lavoura de soja.

Na cidade há outra dolina, que virou ponto turístico. Há alguns anos a cratera se formou, se estabilizou e hoje é conhecida como Poço Verde. O mesmo processo pode ocorrer com o buraco da fazenda de soja. 

Atualizada às 09h10 do dia 18 de novembro de 2017


Comments are closed.