Um ano após sua demissão da TV Globo, MAITÊ PROENÇA finalmente falou sobre o assunto em entrevista ao programa “Roda Viva”, da TV Cultura. A atriz revelou que não recebeu aviso prévio e descobriu sua dispensa por meio da internet. “Foi muito estranho eu ser demitida sem nenhum aviso. Só soube quando começaram os boatos na imprensa de que eu já tinha sido dispensada. Liguei para a pessoa que tinha me dito que o meu contrato seria renovado e me falaram que, de fato, ia ser descontinuado”, disse.

Recebia salário-base

Contratada da Globo desde 1973, MAITÊ explicou como funcionava o pagamento: “Recebia um salário-base e tinha que pedir para fazer um filme, comercial ou peça de teatro. E você recebe um adicional quando está aplicado em uma novela ou minissérie, por exemplo”. Longe da Globo, a artista chegou a pedir R$ 300 mil para participar de uma novela da Record TV. No entanto, a negociação não foi para a frente.

Continua após a publicidade

Dublê de bunda

Em seu último trabalho, na novela “Liberdade, Liberdade” (2016), MAITÊ teve seu nome envolvido em uma polêmica. Isso porque a atriz Juliana Scalco revelou que era dela o bumbum que a personagem de Maitê exibiu em cena. “Não se revelam segredos de bastidor, assim como o mágico não conta como faz o truque. Seria um spoiler, e não é nada profissional. Um bom dublê sabe disso e se mantém reservado e discreto”, reclamou Maitê.

Denúncias de assédio sexual

Em meio a denúncias de assédio sexual, temática que será retratada na novela “De Volta para Casa”, MAITÊ disse que foi alvo de investidas ao longo da carreira: “São muitas as maneiras. Às vezes, o sujeito passa dez anos tirando papéis de você, porque você não cedeu. Ele mina o seu trabalho. São pessoas que atrapalham a sua vida sistematicamente, te perseguindo mesmo”. 


Comments are closed.