O prefeito de Santa Vitória, Salim Curi, visitou na quarta-feira, 22, a Central de Videomonitoramento, na cidade mineira de Araxá, que dispõe atualmente de 55 câmeras com funcionamento em tempo real para reforçar ações preventivas, repreensivas e de resguardo patrimonial. Os secretários municipais de Desenvolvimento Social, Mariza Curi e de Desenvolvimento Econômico, João Batista de Medeiros e o vereador, líder do prefeito no Legislativo Municipal, Zilmar Filho, e Adãonete Rodrigues de Aquino, acompanharam Salim Curi na visita.
“Temos buscado inspiração no sistema de videomonitoramento de Araxá para reproduzir essa tecnologia de segurança na nossa cidade. Conhecemos detalhadamente toda a tecnologia de ponta e imagens em alta definição que a administração municipal disponibiliza para as polícias Militar e Civil, contribuindo com eficácia na prevenção e repressão da violência e da criminalidade”, disse o prefeito que está trabalhando com afinco para a implantação do Projeto “Olho Vivo” em Santa Vitória.
Na oportunidade foram recebidos pelo secretário municipal de Segurança Pública e Cidadania, Élvio Bertoni e pelos diretores da NACLIK, Mauro Lopes e Claudio Pádua, responsáveis pelo videomonitoramento desenvolvido com eficiência comprovada, em Araxá, que pode ser compartilhado entre as polícias Civil e Militar.
Em entrevista, João Batista de Medeiros destacou como estratégia de funcionalidade da Central de Videomonitoramento a localização dentro da Cidade Administrativa, em Araxá. “A central faz o monitoramento das ruas da cidade, fornecendo todas as informações para monitorar as principais ocorrências. O trabalho é permanente, ou seja, 24 horas por dia, sete dias por semana, para não comprometer o padrão de segurança dos trechos monitorados”, explicou.
Mariza Curi parabenizou a disposição do prefeito Salim Curi em viabilizar o Projeto “Olho Vivo” para Santa Vitória, por meio de parceria com o estado e com a União e, com a participação do Comitê de Segurança Municipal e da colaboração efetiva das polícias Militar e Civil. “O Olho Vivo é, sem dúvida, um marco na segurança pública para nossa cidade. Só temos a ganhar com esse grande projeto, que tem como finalidade primeira a garantia da eficácia da segurança publica na nossa querida Santa Vitória”, concluiu.


Comments are closed.