(Esq) Vale do Paranaíba / Triálcool

CASO LAGINHA AGROINDUSTRIAL: As usinas do falido Grupo João Lyra, instaladas no Pontal do Triângulo Mineiro estão sendo leiloadas. A abertura do leilão ocorreu nesta sexta-feira (24) de novembro e se estenderá até o dia 30, podendo ser protelado até 07 de dezembro de 2017, caso não receba lances.

Os lances poderão ser efetuados ao vivo no auditório da Superbid ou pelo portal de leilões www.superbidjudicial.com.br até o dia 30 de novembro de 2017. O auditório da Superbid fica instalado na Avenida Eng. Luiz Carlos Berrini, 105, 4º andar, Vila Olímpia, São Paulo (SP).

Avaliada em R$ 206.358.000, a usina Vale do Paranaíba, localizada em Capinópolis, tem área de 3.210,44 hectares. A Triálcool, no município de Canápolis, tem área de 6.048,86 hectares e está avaliada em R$ 223.043.700. As usinas possuem capacidade de moagem de 1.700.000 toneladas/safra e 1.800.000 toneladas/safra, respectivamente.

Continua após a publicidade

Os juízes de Direito Leandro de Castro Folly, Phillippe Melo Alcântara Falcão e José Eduardo Nobre Carlos estão à frente do processo de falência e rejeitaram – no dia (23) de outubro – uma proposta da Usina Cambuí para comprar a Vale do Paranaíba por R$ 80 milhões.

Em entrevista recente ao Tudo Em Dia, os prefeitos de Capinópolis e Canápolis falaram da importância das usinas para os municípios.

“Sempre acreditamos em um desfecho positivo da situação deste grupo e caso os leilões das usinas venham a se concretizar, podemos viver uma nova realidade na região do Pontal do Triângulo Mineiro, com mais prosperidade e geração de postos de trabalho diretos e indiretos ”, disse o prefeito de Capinópolis, Cleidimar Zanotto.

 “Diante daquele descredito que todos estavam com relação à Justiça de Alagoas, agora com essa situação do leilão, cria mais credibilidade. Estou bem esperançoso que essa história irá terminar agora. Com a venda da usina, muda 70% para melhor o quadro da situação do nosso Município. Com o fechamento dela [usina Triálcoo], o município caiu em uma devassa, em uma grande crise financeira, falta de emprego, comércio fechando, aumento da demanda dentro do social. A fé é o que nos move e também a esperança em dias melhores, não só para Canápolis, mas para Capinópolis, Ituiutaba, Ipiaçu e Cachoeira Dourada”, disse Uallisson Carvalho Silva, prefeito de Canápolis ao Tudo Em Dia na ocasião.


Comments are closed.