Em solidariedade aos trabalhadores da EBC, que estão em estado de greve desde o último dia 13, PEDRO CARDOSO abandonou o “Sem Censura”, da TV Brasil, no começo da noite dessa quinta-feira (23). “Não vou responder nenhuma pergunta, porque, quando cheguei aqui, encontrei uma empresa em greve. Não participo de programas de empresas que estão em greve”, alegou o ator. O movimento legítimo na EBC, que controla a TV Brasil, é por conta do congelamento de salários e da perda de direitos.

Racistas não passarão!

Continua após a publicidade

PEDRO CARDOSO, que está fora da Rede Globo desde 2014, quando o programa “A Grande Família” chegou ao fim, também aproveitou sua manifestação no “Sem Censura”, da TV Brasil, para mostrar-se contrário ao governo de Michel Temer e repudiar a postura racista do presidente da EBC, Laerte Rimoli, que debochou dos relatos de Taís Araújo sobre o racismo enfrentado por seu filho, João Vicente, de 6 anos. “Se esta empresa, que é a casa do povo brasileiro, tem na presidência uma pessoa que fala contra isso, não posso falar do assunto que vim falar aqui hoje”, afirmou o ator, que viveu Agostinho Carrara no humorístico citado.


Comments are closed.