Ao tirar satisfação com o homem que passou a mão em sua perna dentro de um ônibus do Move, uma mulher de 23 anos acabou agredida com o soco no rosto pelo suspeito, na noite da última sexta-feira (24), em Belo Horizonte. O suspeito foi detido pela Guarda Municipal, que foi acionada pelo motorista do coletivo na avenida Antônio Carlos, em frente à UFMG, na altura do bairro Liberdade, na região da Pampulha.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar (PM), era por volta das 19h30 quando os agentes foram parados pelo motorista da linha 50 (Estação Pampulha – Centro), que avisou de um tumulto entre passageiros do coletivo.

A vítima contou que estava junto com o marido no ônibus, em pé, quando o homem de 38 anos passou a mão em sua perna. Neste momento a mulher resolveu tirar satisfação com o suspeito, tendo início um bate boca. Em determinado momento, o homem deu um soco no rosto dela e outros passageiros entraram na confusão.

Continua após a publicidade

A mulher foi socorrida para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Noroeste, onde foi medicada. Os envolvidos foram encaminhados para a Central de Flagrantes (Ceflan) II, no bairro Floresta, na região Leste da capital mineira.

O abuso e a agressão serão investigados pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher.

 

Terceiro caso em 2017

Este não é o primeiro caso de assédio contra mulheres em ônibus registrado em Belo Horizonte. Em setembro um homem de 40 anos foi preso suspeito de abusar de uma mulher de 37 anos no centro. De acordo com a Polícia Militar, o caso ocorreu em um ônibus da linha 400C (Terminal São Gabriel/BH-Direta) na rua Rio de Janeiro e o homem teria passado a mão nos seios da vítima.

A mulher contou que estava sentada na janela e o suspeito ao lado dela. Ela dormiu e, quando acordou, percebeu que o homem estava passando a mão em seus seios. Ela disse ainda que na hora deu várias cotoveladas no homem e gritou que tinha um tarado no ônibus. O suspeito negou o crime, dizendo que estava abraçado com sua mochila e que, eventualmente, pode ter encostado na mulher.

Já no fim de outubro deste ano, um comerciante de 46 anos foi detido pela Guarda Civil Municipal após passar a mão nas partes íntimas de uma mulher de 22 anos, dentro de um ônibus do Move, no centro de Belo Horizonte.

De acordo com as informações da corporação, os envolvidos estavam no coletivo da linha 83D (Estação São Gabriel, / Centro) quando o comerciante passou a mão na genitália da mulher por duas vezes. Os guardas foram acionados pelos passageiros, que estavam revoltados com a atitude do homem e pediram que o motorista parasse na avenida Santos Dumont, próximo da estação São Paulo do Move. 


Comments are closed.