Uma adolescente de 17 anos escapou por muito pouco de ser estuprada na madrugada de sábado (25) em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Após denúncias de moradores do bairro Duque de Caxias, os policiais flagraram o suspeito de 38 anos prestes a consumar o estupro, já em cima da menor, que foi agredida e teve as roupas rasgadas por ele. 

A Polícia Militar (PM) foi acionada na rua Budapeste por um denunciante anônimo por volta de 1h. A testemunha contou que uma mulher estaria sendo violentada. Enquanto a viatura se deslocava para o local, um novo chamado indicava que a situação estaria se agravando, com o suspeito agredindo a vítima com muita violência. 

Diante das informações, os policiais deslocaram o mais rápido possível e, ao chegarem ao local, que fica em uma área remota do bairro e sem iluminação pública, encontraram o homem sobre a adolescente, que já estava despida. Ao perceber que seria preso, ele tentou fugir, mas acabou contido e algemado. O suspeito estava com a calça desabotoada e o zíper aberto e, apesar do flagrante, disse que foi comprar drogas com a jovem e que tudo foi consensual, apesar da menina estar ferida e com as roupas rasgadas. 

Continua após a publicidade

A adolescente disse estar com dores por todo o corpo e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e a socorreu para o Hospital Regional de Betim com ferimentos no pescoço, costas, ombro, cabeça e pés. 

Ela relatou aos policiais que estava com algumas amigas, mas resolveu ir embora sozinha. Quando ela transitava pela avenida Artur Trindade, próximo ao cruzamento com a rua Amor Perfeito, o suspeito parou um carro prata e ofereceu carona. Após a recusa da menor, o homem desceu do carro e chutou as pernas da jovem, que caiu e foi obrigada a entrar no veículo. 

Em seguida o suspeito arrancou o carro e foi até o local, onde tentou manter relações sexuais com a menina sem o consentimento dela. Em determinado momento ela conseguiu desembarcar do veículo e correu, mas foi alcançada e jogada no chão pelo homem, que passou a rasgar suas roupas. Ela ainda conseguiu correr outras duas vezes, mas foi agredida com pedradas na cabeça e ficou tonta. Quando estava prestes a ser estuprada pelo suspeito, a polícia chegou. 

O carro usado na ação foi achado a 50 metros de onde as agressões aconteceram e foi apreendido. Uma camisa do suspeito, com mancha de sangue da vítima, também foi recolhida e passará por perícia. 

O caso foi encerrado na Delegacia de Plantão de Betim.


Comments are closed.